Alexandre de Moraes inclui Bolsonaro em inquérito das fake news

Senado aprova Alexandre de Moraes para vaga de Teori no Supremo Tribunal Federal (STF)
Créditos: Rogério Cavalheiro / Shutterstock.com

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), aceitou o pedido do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e incluiu o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no inquérito das fake news e ataques contra o Supremo. O inquérito tramita no STF desde 2019 e investiga possíveis ameaças a ministros do Supremo e seus familiares.

No despacho, Moraes enviou a Polícia Federal link da live do presidente Jair Bolsonaro em que ele alega que as eleições foram fraudadas, sem apresentar provas. Na transmissão foram reproduzidos vídeos antigos, de boatos que circulam na internet sobre fraudes eleitorais.

Agora, com o pedido aceito de Moraes, Bolsonaro será investigado por crimes cometidos pela disseminação de informações falsas e ataques contra as instituições. Isso porque o presidente acusou as eleições de serem fraudadas.

Com isso, a Polícia Federal poderá fazer perícias, quebrar sigilos e tomar depoimentos dos envolvidos. A investigação criminal pode, posteriormente, tornar Bolsonaro inelegível.

Com informações do UOL.


Fique por dentro de tudo que acontece no mundo jurídico no Portal Juristas, siga nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Linkedin. Adquira sua certificação digital e-CPF e e-CNPJ na com a Juristas Certificação Digital, entre em contato conosco por email ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000

DEIXE UMA RESPOSTA