Vítima de Jeffrey Epstein processa príncipe Andrew por abuso sexual

avião
Créditos: Grinvalds | iStock

Na segunda-feira (9), com base na Lei de Vítimas Infantis, a suposta vítima do pedófilo milionário Jeffrey Epstein, Virginia Giuffre, hoje com 38 anos, entrou com uma ação em um tribunal federal de Nova York contra o príncipe britânico Andrew, por abuso sexual. Ela alegou que os episódios aconteceram na mansão de Epstein em Manhattan, Estados Unidos, e em outros lugares quando ela tinha 18 anos.

A ação pede uma indenização por perdas e danos, cujo valor não é especificado. Giuffre, que atualmente mora na Austrália, acusa Andrew de agressão sexual e de intencionalmente causar-lhe sofrimento emocional. “O que eu faço é exigir que o príncipe Andrew responda pelo que fez comigo”, disse a demandante em um comunicado. “Os poderosos e ricos não estão isentos de serem responsabilizados por suas ações. Espero que outras vítimas vejam que é possível não viver em silêncio e medo, mas recuperar a vida ao falar e exigir justiça”, acrescentou.

O processo foi aberto dois anos após a morte de Jeffrey Epstein, que aguardava julgamento por conspiração e acusações de tráfico sexual infantil em uma prisão da cidade norte-americana. Ele liderou por mais de uma década um esquema de pedofilia pelo qual recrutava dezenas de meninas para exploração sexual. Era amigo do duque de York, tido como o membro mais problemático da família real britânica.

Com informações de El Pais.


Fique por dentro de tudo que acontece no mundo jurídico no Portal Juristas, siga nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Linkedin. Adquira sua certificação digital e-CPF e e-CNPJ na com a Juristas Certificação Digital, entre em contato conosco por email ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000

DEIXE UMA RESPOSTA