Médico deve indenizar auxiliares de serviços gerais por injúria racial

racismo / injúria racial
Créditos: Ocus Focus | iStock

Por decisão da 7ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) foi mantida a decisão, que condenou um médico a indenizar, por danos morais, duas mulheres vítimas de injúria racial. O valor da reparação foi fixado em R$ 20 mil para cada autora.

De acordo com os autos (1017185-38.2017.8.26.0196), os três trabalhavam no mesmo local – elas como auxiliares de serviços gerais em Unidade Pronta de Atendimento e ele como médico. Na data dos fatos, durante o intervalo para descanso, no refeitório, o médico Vinio Cintra e Oliveira, na presença de outros funcionários, apontou o dedo para ambas e declarou: “ainda bem suas negrinhas se não fossem os escravos virem de Angola não sei o que seria… temos que agradecer por terem existido os escravos”.

Médico deve indenizar auxiliares de serviços gerais por injúria racial | Juristas
Créditos: Shutterstock / Radachynskyi Serhii

Em 1ª instância, o juiz Marcelo Augusto de Moura, da 2ª Vara Cível de Franca condenou Vinio ao pagamento de R$ 40 mil no total as duas servidoras.

No recurso (1017185-38.2017.8.26.0196), o relator, desembargador Rômulo Russo,  pontuou que o acusado, valendo-se de seu cargo dentro da instituição, referiu-se às autoras de forma depreciativa em razão de sua raça, externando ideia supremacista no sentido de que seria benéfico aos negros africanos sua escravização no continente americano.

racismo
Créditos: Zolnierek / iStock

Segundo o magistrado a gravidade das ofensas e circunstâncias tornam adequada a indenização arbitrada. “Verificado o grau de reprovabilidade da conduta, (…) o arbitramento da indenização por danos morais deverá cumprir sua dupla finalidade, ou seja, as funções dissuasória e punitiva. A gravidade da ofensa perpetrada e o contexto de sua ocorrência justificam o arbitramento da indenização segundo o patamar máximo de R$ 20.000,00 para cada autora, dentre os precedentes colhidos”, escreveu.

Com informações do Tribunal de Justiça de Santa Catarina.


Fique por dentro de tudo que acontece no mundo jurídico no Portal Juristas, siga nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Linkedin. Participe de nossos grupos no Telegram e WhatsApp. Adquira sua certificação digital e-CPF e e-CNPJ na com a Juristas Certificação Digital, entre em contato conosco por e-mail ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000

DEIXE UMA RESPOSTA