Justiça condena consumidor por litigância de má-fé em pedido de indenização a Oi Móvel S/A

litigância de má-fé
Créditos: seb_ra | iStock

O 7º Juizado Especial Cível da comarca de Goiânia, condenou um homem ao pagamento de R$ 190,00 a Oi Móvel S/A e, também, a arcar com multa de 1% do valor da causa por litigância de má-fé. A decisão foi do juiz Danilo Farias Batista Cordeiro.

O cliente havia ajuizado ação contra a operadora de telefonia com pedido de indenização por danos morais por ter o nome incluído no cadastro de inadimplentes em razão de um débito de contrato de prestação de serviço que desconhecia ter assinado. Conforme os autos, ele argumentou que o documento pessoal dele havia sido levado em assalto.

Interrupção
Créditos: Pecaphoto77 | iStock

No processo, a defesa da Oi Móvel SA apresentou o contrato que o consumidor havia assinado, defendendo, diante disso, a legalidade da cobrança.

Ao analisar os autos, o magistrado disse que o documento de identificação levado em assalto havia sido emitido no Estado do Tocantins. Ressaltou ainda que o contrato objeto da lide havia sido firmado com a utilização da mesma identidade utilizada pelo autor, bem como a assinatura do contrato e da identidade serem idênticas. “Desta forma, considerando que ficou devidamente comprovada a prestação de serviço e que a parte alterou a verdade, tenho, que é o caso, de condená-lo ao pagamento de multa da causa, bem como julgar procedente o pedido contraposto formulado na resposta pela parte requerida”, afirmou o magistrado.

Com informações do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO).


Fique por dentro de tudo que acontece no mundo jurídico no  Portal Juristas , siga nas redes sociais : Facebook ,  Twitter ,  Instagram  e  Linkedin . Adquira seu registro digital e-CPF e e-CNPJ na com a  Juristas Certificação Digital , entre em contato conosco por  email  ou pelo  WhatsApp (83) 9 93826000.

DEIXE UMA RESPOSTA