TSE e Spotify formalizam parceria para combater desinformação e fake news nas eleições

TSE e Spotify formalizam parceria para combater desinformação e fake news nas eleições | Juristas
Spotify music and audio streaming
Autor-InkDropCreative

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o Spotify, serviço de streaming de áudio, celebraram na última segunda-feira (9) acordo de colaboração mútua para combater a desinformação e a profusão de fake news (notícias falsas) sobre as Eleições Gerais de outubro, no âmbito do Programa de Enfrentamento à Desinformação do TSE.

A parceria deve durar até o dia 31 de dezembro de 2022. Neste período, o Spotify vai auxiliar a Justiça Eleitoral no combate aos efeitos negativos da desinformação sobre o processo eleitoral, por meio de disseminação de conteúdos confiáveis, alfabetização midiática e capacitação, bem como de identificação e contenção de casos e práticas de desinformação.

TSE e Spotify formalizam parceria para combater desinformação e fake news nas eleições | Juristas
TSE Tribunal Superior Eleitoral
Autor BrendaRochaBlossom _Depositphotos_477863100_S

De acordo com o documento, a plataforma vai disponibilizar um recurso on-line que servirá como um centro para informações relevantes sobre o processo eleitoral no Brasil, incluindo um link para direcionar usuários para a página oficial do TSE na internet.

O Spotify também atuará na disseminação de conteúdo oficial relacionado às eleições e sobre serviços da Justiça Eleitoral. Além disso, a plataforma vai realizar treinamentos e capacitação para equipes do TSE e dos TREs sobre boas práticas na produção de conteúdo.

TSE e Spotify formalizam parceria para combater desinformação e fake news nas eleições | Juristas
Spotify and Apple Airpods Pro
Autor-Afotoeu-_Depositphotos

Lançado em agosto de 2019, após a experiência de ataques sofridos durante a campanha de 2018, e como forma de se preparar para as Eleições 2020, o Programa de Enfrentamento à Desinformação foi tornado permanente em 2021, promovendo parcerias no combate à desinformação.

Até o momento, fazem parte do acordo para ação coordenada de combate às fake news nas Eleições 2022, as principais plataformas de mídias sociais: Twitter, TikTok, Facebook, WhatsApp, Google, Instagram, YouTube, LinkedIn, Kwai e agora o Spotify, além de diversas instituições públicas e privadas bem como as agências de checagem de notícias, segmentos da imprensa, telecomunicações, tecnologia da informação e provedores de internet.

Com informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE)


Fique por dentro de tudo que acontece no mundo jurídico no Portal Juristas, siga nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Linkedin. Adquira seu registro digital e-CPF e e-CNPJ na com a Juristas Certificação Digital, entre em contato conosco por e-mail ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000.

DEIXE UMA RESPOSTA