Globo deve indenizar em 10 mil homem acusado de invadir celular de Moro

rede globo
Créditos: Reprodução | Rede Globo

A TV Globo foi condenada, pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), a indenizar por danos morais de R$ 10 mil, para Danilo Cristiano Marques, um dos suspeitos de participar do ataque de hackers no celular do ex-juiz Sérgio Moro e de outras autoridades.

Segundo o processo, revelado pela coluna do Rogério Gentile, do Uol, o motivo da condenação seria a publicação de uma matéria no portal g1 afirmando que Danilo tinha uma condenação por roubo, o que não é verdade, de acordo com a defesa de Danilo, que pontou a ficha limpa do homem, sem antecedentes criminais.

retransmissão de sinal de tv aberta
Créditos: maxxyustas / Envato Elements

Danilo foi detido em 23 de julho de 2019 pela Polícia Federal, durante na Operação Spoofing, que investigava a invasão dos celulares. Ao noticiar o fato, o portal G1 (São Carlos e Araraquara) disse que o rapaz possuía uma condenação por roubo, o que não era verdade.

"Ele nunca foi condenado por crime algum, ao contrário, possui a ficha criminal limpa, não tem antecedentes criminais", afirmou sua defesa à Justiça em um processo no qual exigia uma indenização de R$ 200 mil.

No processo, a Rede Globo se defendeu dizendo que não deveria ser culpada pelo erro, pois a informação havia sido concedida pelas autoridades que cuidavam do caso. A justiça não aceitou o argumento.

A Empresa Paulista de Notícias, que edita o portal A Cidade On, também foi condenada a pagar o mesmo valor pela veiculação da informação incorreta e usou do argumento ao informar que a informação foi reproduzida da Polícia Federal.

Com informações do UOL.


Fique por dentro de tudo que acontece no mundo jurídico no Portal Juristas, siga nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Linkedin. Adquira seu registro digital e-CPF e e-CNPJ na com a Juristas Certificação Digital, entre em contato conosco por e-mail ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000.

DEIXE UMA RESPOSTA