Sergio Moro vira réu em ação movida pelo PT por alegados prejuízos à Petrobras

Sérgio Moro
Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ex-juiz Sergio Moro virou réu em uma ação popular movida pelos deputados Rui Falcão, José Guimarães e Paulo Pimenta e as deputadas Erika Kokay e Natalia Bonavides, do PT na Justiça Federal do Distrito Federal. Na ação, os parlamentares pedem que Moro seja condenado a ressarcir os cofres públicos por alegados prejuízos causados à Petrobras por sua atuação na Lava Jato. A informação é da coluna de Mônica Bergamo, na Folha de São Paulo.

férias
Créditos: Zolnierek | iStock

A ação foi recebida pelo juiz federal Charles Renaud Frazão de Moraes pede para que o Ministério Público Federal tenha ciência da manifestação. Moro, que se tornou réu, agora deve apresentar a defesa inicial.

Eles alegam que, durante sua atuação como juiz da Lava Jato, Moro teve “condutas atentatórias ao patrimônio público e à moralidade administrativa, as quais tiveram severos impactos na economia do país e em sua estabilidade democrática e institucional.”

Autoridades devem se manifestar sobre destinação de valores de fundo da Petrobras
Créditos: dabldy | iStock

Os deputados também afirmam na petição que “os desvios de finalidade, os excessos e abusos” cometidos ao longo da operação Lava Jato produziram “um cenário de desarranjo econômico de altíssimo custo social em nosso país.” Não foi definido na petição inicial o valor da indenização que o ex-juiz deverá pagar caso seja condenado.

Com informações da Folha de São Paulo.


Fique por dentro de tudo que acontece no mundo jurídico no Portal Juristas, siga nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Linkedin. Adquira seu registro digital e-CPF e e-CNPJ na com a Juristas Certificação Digital, entre em contato conosco por e-mail ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000.

DEIXE UMA RESPOSTA