Justiça alerta para tentativa de golpes relacionados a falsos leilões virtuais

Prefeitura de João Pessoa não paga FGTS a Agente Comunitário e é condenada
Créditos: everything possible / shutterstock.com

Após receber denúncias, o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) alerta a população para a constante necessidade de atenção e cuidado com relação às tentativas de golpes relacionados a falsos leilões virtuais, aplicados em nome do Tribunal, em especial no meio virtual.

Devido ao surgimento de casos de falsos leilões virtuais, o TJDFT aponta alguns pontos fundamentais para evitar se tornar uma vítima de criminosos.

Confira as dicas:

  • Em todas as negociações oficiais, os bens devem ser preferencialmente verificados nos pátios dos leilões;
  • Em caso de opção pela compra, como regra nos leilões judiciais do TJDFT, o pagamento deve ser realizado mediante guia de depósito judicial vinculada ao respectivo processo judicial, ou Guia de Recolhimento da União, no caso de leilões administrativos. Nunca realize pagamento para contas de pessoas físicas;
  • Desconfie sempre da oferta de bens a preços muito inferiores e mais atrativos que os encontrados no mercado e, até mesmo, em outros leilões;
  • Na dúvida, consulte o Núcleo Permanente de Leilões Judiciais do TJDFT por meio dos canais de atendimento divulgados no site https://www.tjdft.jus.br/informacoes/leiloes-e-depositos.
golpes por aplicativos de mensagens
Créditos: Weedezign | iStock

Caso suspeite estar lidando com uma tentativa de golpe, é extremamente importante entrar em contato com o TJDFT, por meio de seus canais oficiais de comunicação (confira no link Endereços e Telefones no site do TJDFT), bem como a Ouvidoria do Tribunal e o Alô TJ.

Outra orientação importante é pesquisar na internet os números dos telefones informados em documentos ou e-mails recebidos. É comum haver registro nos sítios eletrônicos de reclamação. Verificado que se trata de fraude, relate o fato, nestes mesmos sites, para ajudar outras possíveis vítimas.

Inscrição de imóvel realizada indevidamente em leilão gera indenização ao proprietário
Créditos: volodyar / Shutterstock.com

Caso a comunicação recebida lhe oriente clicar em determinado endereço de internet, observe a extensão das páginas indicadas. Os sites de internet de órgãos públicos oficiais brasileiros tem endereços que terminam em .jus.br (Poder Judiciário), .gov.br (Poder Executivo) e .leg.br (Poder Legislativo).

Com informações do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT).


Fique por dentro de tudo que acontece no mundo jurídico no Portal Juristas, siga nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Linkedin. Adquira seu registro digital e-CPF e e-CNPJ na com a Juristas Certificação Digital, entre em contato conosco por e-mail ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000.

DEIXE UMA RESPOSTA