Justiça paulista absolve homem que atacou ambulância com espada

Grávida esquecida em ambulância receberá indenização por danos morais
Créditos: pixelaway / Shutterstock.com

A Justiça de São Paulo absolveu um homem que vestido de samurai atacou uma ambulância com uma espada, em 5 de dezembro de 2020, no interior paulista. O homem identificado como E.O. pediu que sua irmã fosse a sua casa, pois precisavam conversar. Ao chegar ao imóvel, a irmã viu que ele estava descontrolado e chamou uma ambulância. O rapaz gritava palavras sem nexo e orava em voz alta.

Ele recebeu a equipe dando vários golpes com a espada na ambulância e depois botou fogo no veículo. Atacou também o motorista, que não se feriu gravemente, pois a espada era decorativa, não possuindo lâmina cortante. Contido por policiais, ainda conseguiu desferir um chute no rosto de um PM, que perdeu três dentes.

O rapaz foi denunciado pelo Ministério Público, mas uma perícia comprovou que ele estava passando por um transtorno psicótico agudo, com sintomas de esquizofrenia. Ele ficou três meses internado em tratamento médico.

Ambulância - Colisão com Carro
Créditos: Zolnierek / iStock

Em depoimento à Justiça, E.O. disse ser uma pessoa "pacata" e "mansa", mas que teve um surto breve e momentâneo. Disse que, à época, seu filho estava prestes a passar por uma cirurgia. "Acredito que a quarentena da Covid também contribuiu para que eu explodisse naquele dia". Ele afirmou ter uma vaga lembrança dos fatos e pediu desculpas pelos ataques.

O juiz Matheus Borges o absolveu em razão da inimputabilidade comprovada pelo laudo médico e determinou que E. O. passe por tratamento ambulatorial durante dois anos.

Com informações do UOL.


Fique por dentro de tudo que acontece no mundo jurídico no Portal Juristas, siga nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Linkedin. Adquira seu registro digital e-CPF e e-CNPJ na com a Juristas Certificação Digital, entre em contato conosco por e-mail ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000.

DEIXE UMA RESPOSTA