Direito, Filosofia

E a Humanidade como Tarefa

Número de ISBN 978853623691-9
Total de página 208
Ano de publicação 2012
Peso 347 Gramas
Em estoque
Autor Nuno M. M. S. Coelho
Price R$ 64.70

Este livro reflete sobre o significado civilizacional do Direito, tentando compreender como o pensamento jurídico integra a inédita forma de pensar e viver (a Filosofia) que caracteriza o Ocidente. Em que medida o pensamento científico-filosófico grego possibilita o advento do pensamento jurídico? Ao mesmo tempo, como o nascimento desta nova civilização é marcado (co-possibilitado?) pelo nascente pensamento jurídico? Em causa está o Ocidente como forma de vida fundada na Filosofia, e a compreensão desta última como atitude espiritual crítico-problematicamente orientada (numa palavra, zetética). Também o Direito é pensamento crítico-problemático, a sugerir uma homologia entre Direito e Filosofia muito reveladora. Ao lado da solidariedade como formas de pensar, pensamento jurídico e Filosofia são comuns na concepção de humano, entendido em sua historicidade como pessoa – tarefa axiológica por qual a humanidade assume a si como desafio de permanente reafirmação e autoconstrução. A homologia como formas zetéticas de pensar, e a comunidade com que assumem (instauram) o humano como pessoa – a caracterizar tanto o Direito quanto a Filosofia, tal como o revela a reconstrução do advento grego do Ocidente – são geneticamente coimplicadas, na medida em que são ambas dimensões da pergunta fundadora do Ocidente como Ocidente: a pergunta pela justiça. Não se trata, em hipótese alguma, de uma exaltação do Ocidente, mas de uma reflexão sobre seus desafios e sobre nossa responsabilidade civilizacional – sobre os desafios e responsabilidades que nos incumbem se queremos fazer justiça e honrar a civilização que nos foi legada.

Categorias