Direito Aplicado: Cuidados necessários ao discutir dívida em juízo

76
Créditos: Rodrigo Bellizzi Por Tiago Bitencourt de David* Caro leitor, Iniciamos aqui, juntos, um passeio sobre alguns instigantes aspectos da aplicação prática do Direito, investigando possibilidades, rastreando as raízes históricas e sociais dos entendimentos alcançados e desvendando nuances de questões importantes que nem sempre abordadas. Longe de buscar-se a polêmica pela polêmica, recusando-se a projeção fácil e efêmera, aqui será um espaço de reflexão sobre a aplicação cotidiana do Direito, especialmente no meio forense, mas sem descambar para o praxismo e para a mera paráfrase de leis e entendimentos, fenômeno comum em escritos na internet e em manuais. Entre a crítica pela crítica e o comentário estéril há um campo fértil para avançarmos em diversas discussões que se revelam decisivas para o jurisdicionado e para os operadores do Direito. Nesta coluna semanal, abordaremos temas candentes que impactam diariamente na prática jurisdicional sobre os quais entendemos que se impõe a projeção de novas luzes. A primeira contribuição nesta coluna Direito Aplicado versa sobre questões corriqueiras, às vezes incompreendidas, envolvendo tanto ações revisionais quanto insurgências do executado em face da pretensão executiva que lhe é oposta. Por fim, é abordado o caráter relativo da prioridade da constrição de dinheiro em face de

Este conteúdo é restrito para usuários cadastrados do site e é GRÁTIS. Cadastre-se GRATUITAMENTE e tenha acesso já ao conteúdo. Se já for cadastrado, faça o login. Para novos usuários basta preencher o cadastro.

Login de usuários cadastrados

2   +   1   =