Gilmar Mendes revoga decisão de prisão domiciliar a Crivella

Clínica
Créditos: Michał Chodyra / iStock

Foi revogada na sexta-feira (12), pelo ministro Gilmar Mendes do Supremo Tribunal Federal (STF)  a decisão que concedeu, em dezembro do ano passado, prisão domiciliar ao ex-prefeito do Rio de Janeiro Marcelo Crivella.

Com a decisão, o ex-prefeito não precisará mais permanecer em casa, porém deve cumprir medidas cautelares como comparecimento periódico à Justiça, tendo ficado proibido de sair do país, de manter contato com outros investigados, além de entregar o passaporte em até 48 horas.

No ano passado, ele foi preso em ação do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) e da Polícia Civil, como desdobramento da Operação Hades, que apura corrupção na prefeitura da cidade e tem como base a delação do doleiro Sergio Mizrahy.

O advogado Alberto Sampaio, que representa Crivella, disse que a decisão “se revela acertada, na medida em que as gravosas restrições cautelares eram desnecessárias”.

Com informações da Agência Brasil.

 

Fique por dentro de tudo que acontece no mundo jurídico no Portal Juristas, siga nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Linkedin. Adquira sua certificação digital e-CPF e e-CNPJ na com a Juristas Certificação Digital, entre em contato conosco por email ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000

DEIXE UMA RESPOSTA