Juristas Certificação Digital e Bling: a nova parceria para sua empresa

Data:

arte juristas blingParceria de sucesso e os usuários da Juristas ganham de imediato 3 meses grátis do ERP Bling

A Juristas Certificação Digital fechou mais uma parceria para que os usuários e clientes do Portal Juristas e da AR Juristas melhorem a eficiência da gestão do escritório ou da empresa: Bling, o melhor software de gestão online para quem quer poupar tempo e ganhar dinheiro com esta economia!

O Bling é um sistema de gestão online totalmente acessível, que não exige investimento em hardware e pode ser acessado de qualquer lugar via mobile.

O ERP simplifica diversos processos, como:

  • Vendas;
  • Emissão de notas fiscais de produtos e serviços, com cálculo automático de impostos;
  • Boletos bancários e controle de estoques;
  • Cadastros (mercadorias, clientes, fornecedores e vendedores);
  • Logística (integração com Correios e sistemas de logística);

O Portal Exame já indicou o Bling como um dos aplicativos mais usados pelos empreendedores brasileiros. Já a Folha de S. Paulo destacou o sistema como um dos melhores programas de gestão online do país.

Está esperando o quê para melhorar a gestão e a produtividade de seu escritório? Aproveite! Os usuários do Portal Juristas têm 90 dias de teste do Bling com o cupom #juristas!

Deixe um comentário

Compartilhe

Inscreva-se

Últimas

Recentes
Veja Mais

Empresa de fotos e vídeos condenada por falha em filmagem de casamento

A 13ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) confirmou a decisão da Comarca de Lavras que responsabilizou uma empresa de fotografia e vídeo a pagar R$ 10 mil por danos morais e R$ 1,4 mil por danos materiais a uma noiva, devido a falhas na filmagem de seu casamento.

Homem trans será indenizado por não ter nome social reconhecido em registro bancário

A 18ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) alterou uma decisão inicial e determinou que um banco indenize um homem trans em R$ 10 mil por danos morais devido ao não reconhecimento do seu nome social nos registros bancários.

Justiça condena hospital, plano de saúde e médico a indenizar paciente por erro em cirurgia

A 14ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) confirmou uma decisão da Comarca de Belo Horizonte que responsabiliza um hospital, um médico anestesista e um plano de saúde pelo pagamento de indenizações à uma paciente, totalizando R$ 200 mil, divididos igualmente entre danos morais e estéticos.

TJ mineiro mantém condenação de motorista que atropelou idoso

A 18ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) confirmou uma decisão da Comarca de Monte Belo, no Sul de Minas, condenando um motorista a pagar R$ 100 mil por danos morais à esposa de um idoso que faleceu em um acidente de trânsito.