Associação Portuguesa de Direito Intelectual Anuncia XV Curso de Pós-Graduação em Direito Intelectual – Edição 2024

Data:

A Associação Portuguesa de Direito Intelectual, em colaboração com a Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, está promovendo o XV Curso de Pós-Graduação em Direito Intelectual em 2024. O curso será realizado exclusivamente online, oferecendo uma oportunidade única para os interessados examinarem os problemas mais atuais do Direito da Propriedade Intelectual.

Associação Portuguesa de Direito Intelectual Anuncia XV Curso de Pós-Graduação em Direito Intelectual – Edição 2024 | Juristas
Associação Portuguesa de Direito Intelectual Anuncia XV Curso de Pós-Graduação em Direito Intelectual – Edição 2024

Dividido em cinco módulos, o curso abordará temas como Direito de Autor, Direito da Sociedade da Informação, Tutela da Inovação, Sinais Distintivos de Comércio e Concorrência Desleal, além de Aspetos Comuns às várias categorias de direitos intelectuais. Cada módulo contará com sessões ministradas por especialistas de reconhecido mérito, proporcionando uma visão abrangente e atualizada das matérias.

O curso não se limitará apenas aos fundamentos das áreas abordadas, mas também abrangerá os desenvolvimentos legislativos e jurisprudenciais mais recentes em Portugal, Brasil e internacionalmente. Cada módulo incluirá workshops em colaboração com outras entidades, oferecendo aos participantes a oportunidade de discutir aspectos práticos com profissionais do setor.

O público-alvo do curso inclui qualquer interessado licenciado, com ênfase em Magistrados, Advogados, Agentes Oficiais de Propriedade Industrial, Procuradores Autorizados, Dirigentes e funcionários da Administração Pública, Economistas, Farmacêuticos, Químicos, Engenheiros, Informáticos, Gestores e quadros de Empresas.

Além das sessões regulares, o curso integrará dois seminários internacionais liderados por especialistas de universidades europeias renomadas.

As inscrições estão abertas até 6 de janeiro de 2024, e o boletim de inscrição pode ser obtido no site oficial da APDI (www.apdi.pt) ou solicitado por e-mail para [email protected]. Para mais informações, entre em contato com a APDI através de Susana Pereira pelo telefone +351 968 737 685 ou pelo e-mail mencionado anteriormente.

Com informações da assessoria.


Você sabia que o Portal Juristas está no FacebookTwitterInstagramTelegramWhatsAppGoogle News e Linkedin? Siga-nos!

Ricardo Krusty
Ricardo Krusty
Comunicador social com formação em jornalismo e radialismo, pós-graduado em cinema pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Deixe um comentário

Compartilhe

Inscreva-se

Últimas

Recentes
Veja Mais

Lei do “Não é Não” estabelece mecanismos de proteção à mulher em casas noturnas, bares, shows

A campanha “Não é Não”, que ganhou destaque durante o Carnaval de 2018 como uma forma de enfrentar qualquer tipo de assédio ou violência contra mulheres, tornou-se Lei em dezembro de 2023. O protocolo “Não é Não”, criado para prevenir constrangimentos e violências contra as mulheres, foi instituído por meio da Lei 14.786/2023. Embora já sancionada, a Lei entrará em vigor apenas em junho deste ano.

STF mantém restrição de comunicação entre investigados por tentativa de golpe de Estado

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), reafirmou nesta sexta-feira (16) a decisão que proibiu qualquer comunicação entre os investigados no âmbito da investigação sobre tentativa de golpe de Estado, deflagrada pela Polícia Federal na semana passada. Em resposta à manifestação feita pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Moraes explicou que não houve proibição de comunicação entre advogados ou qualquer restrição ao exercício de suas atividades.

STF rejeita denúncia por peculato contra ex-deputado federal Luiz Sérgio

O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou, por unanimidade, uma denúncia por peculato apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o ex-deputado federal Luiz Sérgio Nóbrega de Oliveira (PT-RJ) e a ex-secretária parlamentar Camila Loures Paschoal. O peculato, que consiste no desvio de bem público por funcionário público em benefício próprio ou de terceiros, não foi comprovado pela acusação, segundo entendimento unânime dos ministros.

Supremo convoca audiência de conciliação em ação sobre acordos de leniência na lava jato

O ministro André Mendonça, do Supremo Tribunal Federal (STF), convocou uma audiência de conciliação para o dia 26 de fevereiro, às 10h, no contexto de uma ação que questiona os termos dos acordos de leniência celebrados entre o Estado e empresas durante a Operação Lava Jato.