Justiça condena empresa de games a pagar R$ 30 mil a ex-jogador Edmundo

Justiça condena empresa de games a pagar R$ 30 mil a ex-jogador Edmundo | JuristasO ex-jogador e hoje comentarista de futebol, Edmundo, o “Animal”, vai receber R$ 30 mil de indenização da Eletronic Arts, empresa que atua no mercado de games, por ter sua imagem usada, sem permissão, nos jogos Fifa Manager e Fifa Soccer, entre 2007 e 2009. A decisão foi da 4ª Vara Cível do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP).

O ex-jogador acionou a empresa após a produtora de jogos de vídeo games ter colocado sua imagem sem autorização em jogos como o Fifa Manager e Fifa Soccer, entre 2007 e 2009. Os advogados de Edmundo alegaram que ele era jogador profissional de futebol e que tomou conhecimento que sua imagem, apelido e características físicas estavam sendo utilizadas pelas rés sem autorização nos jogos eletrônicos.

As empresas contestaram dizendo que o autor não comprovou a utilização indevida de sua imagem nos jogos da Fifa e, muito menos, a efetiva relevância de suas supostas aparições. Segundo as empresas foi celebrado um contrato de licença de imagem com a Fifpro (Federação Internacional de Associações de Futebolistas Profissionais), entidade que representa associações de jogadores profissionais do mundo inteiro, suprindo assim a necessidade de autorização individual de cada jogador. Outros jogadores estão processando as empresas.

Edmundo atuou como jogador pelo Vasco da Gama, Palmeiras, Flamengo e outros grandes clubes. Ele também teve passagem pela seleção brasileira. Após deixar os campos, ele começou a trabalhar como comentarista de futebol.

Com informações do UOL.

 

Fique por dentro de tudo que acontece no mundo jurídico no Portal Juristas, siga nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Linkedin. Adquira sua certificação digital e-CPF e e-CNPJ na com a Juristas Certificação Digital, entre em contato conosco por email ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000

DEIXE UMA RESPOSTA