União Europeia exige vacina da AstraZeneca na Justiça

gripe H1N1 / Vacina / vacinação
Créditos: Remains | iStock

A União Europeia (UE) está exigindo perante os tribunais belgas que a AstraZeneca entregue até o final de junho aos 27 Estados europeus as 90 milhões de doses da vacina para o combate ao vírus da Covid-19, que não foram entregues no primeiro trimestre de 2021.

O anuncio foi feito pela Comissão Europeia, que acusa o laboratório sueco-britânico, de ter violado as suas obrigações para com o bloco. Como o contrato celebrado é regido pela lei belga, haverá uma audiência urgente no dia 26 de maio, num tribunal de Bruxelas.

O laboratório entregou no primeiro trimestre apenas 30 milhões de doses das 120 milhões que estava contratualmente obrigado a fornecer. Para o segundo trimestre, ele planeja entregar somente 70 milhões das 180 milhões que havia inicialmente prometido.

Segundo um funcionário da Comissão, a AstraZeneca estava entregando apenas 10 milhões de doses por mês, bem abaixo do cronograma inicialmente planejado.

“Pedimos que o tribunal peça à empresa que faça as entregas, e que caso ela não cumpra essa obrigação, possamos pedir o pagamento de multas periódicas”, disse um porta-voz do Executivo europeu.

Segundo a AstraZeneca as ações judiciais de Bruxelas são “infundadas”.

Este processo legal e estes atrasos de entrega persistentes surgem na medida em que o uso da vacina AstraZeneca foi restringido na maioria dos países da UE devido aos casos muito raros de trombose que pode causar, alimentando uma desconfiança crescente no público em geral.

Com informações do UOL.

 

 

Fique por dentro de tudo que acontece no mundo jurídico no Portal Juristas, siga nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Linkedin. Adquira sua certificação digital e-CPF e e-CNPJ na com a Juristas Certificação Digital, entre em contato conosco por email ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000

DEIXE UMA RESPOSTA