Juiz Paulo Furtado de Oliveira fala sobre o recém lançado livro, “Lei de Recuperação e Falência”

Data:

Juiz Paulo Furtado de Oliveira fala sobre o recém lançado livro, “Lei de Recuperação e Falência” | Juristas
LEI DE RECUPERAÇÃO E FALÊNCIA: PONTOS RELEVANTES E CONTROVERSOS PELA LEI 14.112/2020 - 1ª ED - VOL 4

Titular da 2ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais da Comarca de São Paulo, o Juiz Paulo Furtado de Oliveira Filho, é o organizador do livro "Lei de Recuperação e Falência: Pontos Relevantes e Controversos pela Lei 14.112/2020", lançado em janeiro.

A publicação reúne, profissionais da área de insolvência que apresentam suas análises sobre pontos importantes da reforma da Lei 14.112/2020 na recuperação judicial e na falência, além de brindarem o leitor com um estudo do tratamento do superendividamento da pessoa física e da crise econômico-financeira dos clubes de futebol.

O Portal Juristas conversou com Paulo Furtado que nos contou um pouco sobre a publicação:

- Quais os temas primordiais abordados neste Livro?
Alguns pontos importantes da reforma da Lei 14.112/2020 na recuperação judicial e na falência, como extinção das obrigações do falido, consolidação substancial na recuperação judicial e alienação de ativos, além de um estudo do tratamento do superendividamento da pessoa física e da crise econômico-financeira dos clubes de futebol.

- Qual a expectativa para a publicação?
A expectativa é de sucesso, pois o material produzido é de elevado nível e foi elaborado por profissionais de renome.

Juiz Paulo Furtado de Oliveira fala sobre o recém lançado livro, “Lei de Recuperação e Falência” | Juristas
Paulo Furtado, Juiz Titular da 2ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais da Capital (SP)

- A publicação é a quarta de uma série, todos os livros são organizados por você? Qual o elo entre eles?
Todos os livros são dedicados ao exame das alterações que a Lei 14.112/2020 no regime jurídico de tratamento da crise econômico-financeira das empresas. Em todos eles são estudados os temas mais relevantes e, quando possível, comentadas as decisões que já aplicaram os novos dispositivos legais.

- A produção de livros depende de investimentos e apoiadores. Para que o livro, fosse finalizado, você contou com o apoio de quem?
O livro, publicado pela renomada editora Foco, contou com a colaboração de diversos profissionais atuantes na recuperação e falência de empresas.

- E no momento, há outros projetos em produção?
A publicação do quinto volume da coletânea, com novos temas objeto das alterações na Lei 11.101/2005.

- Como adquirir a publicação?
A obra, pode ser adquirida no site da Editora Foco.

Autores:

Elias Mubarak Júnior destaca que a mediação possui importante papel para que os atores envolvidos em situações de crise empresarial se aproximem e possam solucionar de forma mais eficiente os problemas que surgem no processo de recuperação.

Luíta Maria Ourém Sabóia Vieira e Alexandre Gereto Judice de Mello Faro analisam o art. 66-A, da LFRE, inovação que pode gerar mais liquidez ao processo de insolvência e agregar segurança jurídica ao investidor, passo importantíssimo para a evolução do microssistema brasileiro de insolvência.

Bárbara Teixeira e Kleber Zanchim apresentam as interfaces entre a consolidação substancial e o project finance, apontando que, na essência, as duas figuras não deveriam dialogar, quando se pensa no project finance puro. Porém, o project finance “à brasileira” pode criar situações passíveis de consolidar a SPE em processo de recuperação judicial de seus acionistas ou vice-versa.

Fabiana Bruno Solano Pereira e Thomas Benes Felsberg analisam as soluções legais para o endividamento da pessoa física e concluem que este tema deve ser tratado por meio da interpretação conjugada da insolvência civil, da nova Lei do Superendividamento e da Lei de Recuperações e Falências, de forma a permitir uma reestruturação definitiva do endividamento da pessoa física que seja condizente com sua real situação financeira.

Paulo Roberto Bastos Pedro analisa as alterações promovidas pela Lei 14.193/2021, importante avanço da legislação a respeito da possibilidade de entidades esportivas vinculadas ao futebol terem a sua disposição instrumentos que poderão ser utilizados na superação de um estado de crise, bem como no aprimoramento de suas atividades.

José Nazareno Ribeiro Neto e Valdor Faccio analisam as alterações introduzidas pela Lei 14.112/2020 no procedimento e verificação de crédito, com o objetivo de dinamizar o rateio nos processos de falência, viabilizando o pagamento em favor dos credores, de forma segura e célere.

Armando Lemos Wallach, na mesma linha, analisa situação comum em processos de falência, em que algumas classes não irão receber seus créditos, sustentando que as impugnações e até processos ordinários relativos a essas classes devem ser suspensos, permitindo o trabalho otimizado e dedicado ao andamento do pagamento de quem deve receber.

Antonia Viviana Santos de Oliveira Cavalcante considera a Lei 14.112/2020 como um marco importante na insolvência brasileira, analisando os dispositivos que tratam da extinção das obrigações do falido e que permitirão a sua reabilitação mais rápida para o desenvolvimento das atividades empresariais.


Fique por dentro de tudo que acontece no mundo jurídico no Portal Juristas, siga nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Linkedin. Participe de nossos grupos no Telegram e WhatsApp. Adquira sua certificação digital e-CPF e e-CNPJ na com a Juristas Certificação Digital, entre em contato conosco por e-mail ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000

Ricardo Krusty
Ricardo Krusty
Comunicador social com formação em jornalismo e radialismo, pós-graduado em cinema pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Deixe um comentário

Compartilhe

Inscreva-se

Últimas

Recentes
Veja Mais

Modelo de Contrato de Manutenção de Sauna e Piscina

CLÁUSULA PRIMEIRA - DO OBJETO O presente contrato tem por objeto a prestação de serviços de manutenção preventiva e corretiva de sauna e piscina, localizadas no endereço do CONTRATANTE.

Modelo de Contrato de Criação de Modelos de Petição para Escritório de Advocacia

O presente contrato tem por objeto a criação de modelos de petição pelo CONTRATADO para uso exclusivo do CONTRATANTE, conforme as especificações e requisitos definidos em comum acordo entre as partes.

Modelo - Contrato de Apoio Jurídico em Escritório de Advocacia

O presente contrato tem por objeto a prestação de serviços de apoio jurídico pelo PRESTADOR ao ESCRITÓRIO, conforme as condições estipuladas neste instrumento.

Guia completo para registrar marca sozinho no INPI

Descubra como proteger seu negócio com nosso guia completo para registrar marca sozinho no INPI. Passo a passo simplificado e eficaz.