MPF inicia inquérito para investigar condutas do Kwai no Brasil

Data:

MPF inicia inquérito para investigar condutas do Kwai no Brasil | Juristas
2 de abril de 2021, Brasil. Nesta foto ilustração um logotipo Kuaishou (Kwai) visto exibido em um smartphone — Foto de rafapress

O Ministério Público Federal (MPF) instaurou um inquérito civil público para investigar possíveis condutas ilícitas da rede social chinesa Kwai no Brasil. O objetivo da investigação é apurar se a plataforma tem promovido conteúdos e perfis falsos para impulsionar visualizações e o engajamento de seguidores.

A denúncia, recebida anonimamente pelo canal institucional de atendimento aos cidadãos, MPF Serviços, sugere que postagens com informações inverídicas e apelativas são produzidas pela própria plataforma, ou por empresas contratadas por ela, sem identificação de origem.

MPF inicia inquérito para investigar condutas do Kwai no Brasil | Juristas
Vista da sede do aplicativo Kuaishou de plataforma de vídeo curto Kwai Tecnologia em Pequim, China, 10 Maio 2017 — Foto de ChinaImages

O inquérito abrange três eixos temáticos principais. O primeiro investiga a suposta criação de perfis falsos de órgãos e autoridades públicas brasileiras no Kwai. O segundo está relacionado à possível produção e circulação de notícias falsas, especialmente durante a eleição de 2022. O terceiro analisará se o Kwai buscou elevar o engajamento com vídeos contendo atos de violência contra mulheres e exposição indevida de crianças e adolescentes.

O MPF expediu ofícios à Joyo Tecnologia Brasil Ltda, representante do Kwai no país, e às empresas de publicidade responsáveis pela produção de conteúdos desde 2022. Os ofícios solicitam esclarecimentos sobre contratos, além de manter mensagens, gravações, documentos e evidências relacionadas às condutas sob apuração.

A Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão, responsável pelo inquérito, conduz também uma apuração desde 2021 sobre sete outras plataformas digitais. A investigação foca nas ações das empresas na moderação de postagens de usuários. No caso do Kwai, a abordagem é inédita, investigando a plataforma como autora de conteúdos falsos e apelativos para expandir sua audiência e obter maiores lucros.

Com informações do ConJur.


Você sabia que o Portal Juristas está no FacebookTwitterInstagramTelegramWhatsAppGoogle News e Linkedin? Siga-nos!

Ricardo Krusty
Ricardo Krusty
Comunicador social com formação em jornalismo e radialismo, pós-graduado em cinema pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Deixe um comentário

Compartilhe

Inscreva-se

Últimas

Recentes
Veja Mais

A Influência da Identidade Visual na Força da Marca

A Influência da Identidade Visual na Força da Marca Definição...

Marcas Notoriamente Conhecidas: Proteção e Exemplos no Brasil

No mundo dos negócios, algumas marcas alcançam um nível de reconhecimento tão alto que se tornam notoriamente conhecidas. Essas marcas gozam de uma proteção especial, mesmo que não estejam registradas em todas as classes de produtos ou serviços. Este artigo aborda o conceito de marcas notoriamente conhecidas, a proteção legal conferida a elas no Brasil e exemplos de marcas que se enquadram nessa categoria.

Modelo de recurso contra multa por não obedecer à sinalização de trânsito

Modelo para recurso contra multa por não obedecer à...

TJSP invalida venda de empresa por inclusão de crédito do qual não é titular

A 1ª Câmara Reservada de Direito Empresarial do Tribunal de Justiça de São Paulo, em julgamento estendido, declarou a invalidade da venda de uma empresa que incluía no preço final valores de precatórios dos quais não era titular, caracterizando uma operação de crédito a non domino.