Receber benefício previdenciário sem contribuição, como assim?

102
créditos: pinkomelet shutterstock.com Em regra todos os benefícios são concedidos aos que contribuem por um determinado tempo para o financiamento do RGPS, sendo considerados então como segurados obrigatórios os empregados; empregados domésticos; trabalhador avulso, contribuinte individual e seus dependentes. Temos ainda os segurados facultativos que não são obrigatórios, mas que participam do financiamento do RGPS, como os desempregados, dona de casa, estudantes entre outros. Podemos dizer de forma exemplificativa que a Previdência Social funciona como um plano de saúde, aqueles que pagam por um serviço mensalmente são amparados em seus momentos de dificuldade. Porém o legislador ao pensar na diversidade do nosso país e na necessidade humana, em especial do povo brasileiros, criou leis que assegurem os direitos fundamentais trazidos na Constituição Federal em seus primeiros artigos, como a garantia do desenvolvimento nacional. Os princípios previdenciários dispostos no artigo 194 e 195, § 5º da Constituição Federal deram força à criação da Lei Orgânica da Assistência Social, Lei 8.742/93, que atende a política da seguridade social não contributiva, que assegura as pessoas idosas ou portadores de algum tipo de deficiência, que o limite ou impossibilite ao trabalho e de tal forma impeça de prover o seu sustento e de sua

Este conteúdo é restrito para usuários cadastrados do site e é GRÁTIS. Cadastre-se GRATUITAMENTE e tenha acesso já ao conteúdo. Se já for cadastrado, faça o login. Para novos usuários basta preencher o cadastro.

Login de usuários cadastrados