Samarco entra com pedido de recuperação judicial

Prazo para Samarco, Vale e BHP depositarem R$ 1,2 bilhão é prorrogado de novo
Créditos: Leonardo Mercon / Shutterstock.com

Segundo comunicado enviado ao mercado nesta sexta-feira (9), a mineradora Samarco, joint venture da Vale com a australiana BHP Billiton Brasil, entrou com pedido de recuperação judicial, na comarca de Belo Horizonte (MG).

A medida, de acordo com a empresa, é necessária para evitar que ações já iniciadas afetem a capacidade da empresa de continuar com as atividades de mineração e as obrigações de reparação relacionadas ao rompimento da barragem do Fundão, em Mariana (MG), em 2015.

“O pedido de RJ [recuperação judicial] formulado pela Samarco tem, primordialmente, o objetivo de preservar sua recente retomada operacional, os empregos e o cumprimento de suas obrigações socioambientais”, diz trecho do comunicado.

Segundo a Vale, há ações no Brasil que somam US$ 325 milhões, além de ações movidas pelos detentores dos títulos de dívida com vencimento em 2022, 2023 e 2024 em Nova Iorque todas com pedidos de bloqueio de contas bancária.

O acidente em Mariana que é considerado a maior tragédia ambiental do país, ocorreu no dia 5 de novembro de 2015 deixando 19 mortos, derramando cerca de 50 milhões de metros cúbicos de lama de rejeito de minério de ferro, atingido, sobretudo, o rio Doce e destruindo grandes áreas de vegetação nativa.

Com informações do UOL e G1.

 

 

Fique por dentro de tudo que acontece no mundo jurídico no Portal Juristas, siga nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Linkedin. Adquira sua certificação digital e-CPF e e-CNPJ na com a Juristas Certificação Digital, entre em contato conosco por email ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000

DEIXE UMA RESPOSTA