Fluminense é condenado a pagar R$ 1,1 milhão para o atacante Pedro

Jogo de Futebol
Créditos: PhonlamaiPhoto / iStock

O juiz Marco Antonio Belchior da Silveira, da 14ª Vara do Tribunal de Justiça do Trabalho do Rio de Janeiro (TRT/RJ), condenou o Fluminense a pagar R$ 1,1 milhão ao atacante, Pedro (24). O magistrado acatou em partes o pedido do jogador e estabeleceu o prazo de 8 dias para o pagamento. A informação é do portal GE.

O pedido inicial do atacante revelado pelo clube, que teve passagem pela Fiorentina, da Itália e atualmente, atua no Flamengo, foi de R$ 2.240.257,08, referente as cobranças de verbas rescisórias, FGTS, 13º salário, aplicação de reajuste salarial, acidente de trabalho e danos morais.

O atacante entrou ainda com um pedido de reconhecimento de um reajuste salarial automático de 25% na época em que defendia o Tricolor. Segundo ele, algo previsto por convocação para a seleção brasileira, especificamente no Torneio de Toulon. Contudo, a defesa do Fluminense alegou que a competição não era oficial.

O magistrado acatou os valores das verbas rescisórias, 13º salário, férias, FGTS, multas e reconhecimento da natureza salarial de “luvas” e “bichos”. No entanto, o juiz não acatou os pedidos ligados a uma indenização por acidente de trabalho, danos morais e exclusão do Fluminense do Ato Trabalhista. Cabe recurso da decisão.

Com informações do  Tribunal Regional Federal da 3ª Região.


Fique por dentro de tudo que acontece no mundo jurídico no Portal Juristas, siga nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Linkedin. Participe de nossos grupos no Telegram e WhatsApp. Adquira sua certificação digital e-CPF e e-CNPJ na com a Juristas Certificação Digital, entre em contato conosco por email ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000

DEIXE UMA RESPOSTA