Cantor Raimundo Fagner pede à Justiça remoção de vídeo falso em que apoiaria a reeleição de Bolsonaro

faltar show
Créditos: Batuhan Toker | iStock

O cantor e compositor Fagner acionou a Justiça Eleitoral cearense para retirar o vídeo com uma gravação adulterada em que parece apoiar candidatura à presidência de Jair Bolsonaro (PL) em 2022. O cantor, no entanto, já demonstrou em outras ocasiões o arrependimento pelo voto no atual gestor.

“Ocorre que esse vídeo foi adulterado, sendo acrescido de uma música que impede a identificação do vídeo como sendo de 2018”, disse o cantor em nota ao Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE). “Além disso foi colocada uma montagem com os dizeres “Rumo a 2022” e “#Fechado com Bolsonaro”. Então trata-se de um vídeo grosseiramente adulterado, não produzido em 2022, não consistindo, portanto, em uma verdade”.

entrevista em rádio
Créditos: Davizro | iStock

O artista informou ainda que vem recebendo o conteúdo pelo WhatsApp, que foi modificado para parecer que é do ano de 2022.

Ele compareceu pessoalmente na sede do TRE-CE e foi recebido pelo vice-presidente, desembargador Raimundo Nonato Silva Santos, na última terça-feira, 12.

“Ele relatou uma desinformação da qual é vítima. Trata-se de uma montagem de um vídeo antigo com nova roupagem para as Eleições 2022”, disse o desembargador ao G1.

cantor Roberto Carlos
Créditos: Africa Studio / Shutterstock.com

Conforme o TRE, a notícia de irregularidade foi encaminhada à Corregedoria-Geral Eleitoral, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Com informações do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES).


Fique por dentro de tudo que acontece no mundo jurídico no Portal Juristas, siga nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Linkedin. Adquira sua certificação digital e-CPF e e-CNPJ na com a Juristas Certificação Digital, entre em contato conosco por email ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000

DEIXE UMA RESPOSTA