Cibersegurança: Brasil tem seis contas violadas por minuto

Data:

Proteção de Dados
Créditos: ipopba / iStock

Recentemente, uma pesquisa alarmante da empresa de cibersegurança Surfshark revelou que o Brasil está enfrentando um aumento acentuado nos ataques cibernéticos. Em média são seis contas violadas por minuto.

No mundo todo, mais de 110 milhões de contas vazaram no segundo trimestre de 2023 — 2,6 vezes o número de violações no primeiro trimestre do ano (43,2 milhões). Ou seja, o segundo trimestre viu 210 contas violadas a cada minuto, contra 80 contas por minuto no trimestre anterior.

Os 5 países mais violados representam cerca de 68% de todas as contas violadas durante o segundo trimestre deste ano. Estados Unidos, que os EUA concentram quase a metade, com 49,8 milhões de violações; Rússia (15,3M), Espanha (3,7M), França (3,4M) e Turquia (2,8M).

Cibersegurança: Brasil tem seis contas violadas por minuto | Juristas
Hacker using laptop. Lots of digits on the computer screen.

O Brasil aparece em décimo nesse ranking, com 806 mil contas vazadas no segundo trimestre deste ano. Significa um aumento de 74% na comparação com o trimestre anterior e seis violações por minuto. A América do Sul registrou um crescimento notável de trimestre a trimestre em contas violadas, de quase 90%, passando, de 854 mil para 1,6 milhão.

Esse aumento de 74% nos ataques cibernéticos é um indicativo claro de que os criminosos digitais estão encontrando maneiras cada vez mais sofisticadas de invadir as contas dos usuários. Seja por meio de phishing, malwares, roubo de senhas ou outros meios, esses ataques podem ter consequências devastadoras, como roubo de identidade, dados, além de perdas financeiras e até mesmo danos à reputação.

Cibersegurança: Brasil tem seis contas violadas por minuto | Juristas
CYBER SECURITY Business technology secure Firewall Antivirus Alert Protection Security and Cyber Security Firewall

Diante dessa realidade preocupante, é fundamental que os usuários tomem medidas para protegerem suas contas online. Em primeiro lugar, é essencial garantir que as senhas utilizadas sejam fortes e únicas para cada conta. Além disso, é importante habilitar a autenticação de dois fatores sempre que possível, pois isso adiciona uma camada extra de segurança. Manter o software e os sistemas operacionais atualizados também é fundamental para evitar vulnerabilidades que possam ser exploradas pelos hackers.

Por fim, é crucial que os usuários estejam atentos a possíveis sinais de ataques cibernéticos, como e-mails suspeitos, solicitações de informações pessoais ou transações financeiras incomuns. Se algo parecer suspeito, é melhor tomar precauções e entrar em contato com os provedores de serviços para verificar a autenticidade da solicitação. A educação e a conscientização digital são armas poderosas na luta contra os ataques cibernéticos e devem ser levadas a sério por todos.

Com informações de Convergência Digital.


Você sabia que o Portal Juristas está no FacebookTwitterInstagramTelegramWhatsAppGoogle News e Linkedin? Siga-nos por lá.

Ricardo Krusty
Ricardo Krusty
Comunicador social com formação em jornalismo e radialismo, pós-graduado em cinema pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Deixe um comentário

Compartilhe

Inscreva-se

Últimas

Recentes
Veja Mais

5ª Edição do International Insolvency Law Conference: um encontro de destaques no campo jurídico internacional

Estão oficialmente abertas as inscrições para a 5ª Edição do International Insolvency Law Conference, um evento imperdível que reunirá profissionais e pesquisadores de destaque no campo da insolvência empresarial. Marcado para os dias 7 e 9 de março, este congresso promete ser um ponto de convergência para diálogos significativos e análises profundas sobre temas cruciais relacionados à recuperação judicial, recuperação extrajudicial e falência, tanto em âmbito nacional quanto internacional.

Dono de imóvel no RN será indenizado por concessionária de energia após danos causados em imóvel após troca de poste

A Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern) e uma empresa contratada por esta foram condenadas a indenizar um consumidor em R$ 25 mil por danos materiais causados durante a troca de postes no município de Caicó-RN. A decisão da 2ª Vara da comarca também determinou o pagamento de R$ 10 mil por danos morais ao proprietário do imóvel, com juros e correção monetária, pela concessionária de energia. Além disso, foi autorizado o levantamento de R$ 2.700,00 em aluguéis.

Procon-SP notifica Uber para explicar política de preços

O Procon-SP emitiu uma notificação nesta sexta-feira (23) para o aplicativo de transporte Uber, solicitando explicações sobre sua política de preços, conhecida como tarifa dinâmica. Nesse sistema, o valor das corridas pode variar com base na demanda, o que pode impactar especialmente em dias com problemas no transporte público, como interrupções no metrô.

UFSC não é responsável por furto de veículo em estacionamento público, decide justiça

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) não será obrigada a indenizar uma ex-funcionária do Hospital Universitário (HU) pelo furto de seu veículo em um estacionamento do campus aberto ao público. A decisão foi tomada pela 5ª Vara Federal de Blumenau, que considerou que, como o local do furto era de acesso público e gratuito, a universidade não tinha o dever de vigilância.