Processo que envolve volante Gustavo Blanco e Atlético Mineiro será julgado no dia 19

0
34

Julgamento havia sido marcado para dezembro, mas foi adiado por pedido da defesa do clube de Minas Gerais

A Quinta Comissão Disciplinar reagendou o julgamento que envolve o volante Gustavo Blanco e o Clube Atlético Mineiro para o dia 19 de janeiro, a partir das 11h.

O motivo do julgamento é o apagão que aconteceu no estádio Independência na última rodada do Campeonato Brasileiro de 2017, além de uma jogada violenta do volante.

O que aconteceu no caso Gustavo Blanco

No dia 21 de dezembro de 2017, o departamento jurídico do Atlético Mineiro solicitou o adiamento do processo, sob a justificativa de que não estaria presente em Belo Horizonte na data do julgamento em decorrência de compromissos profissionais. Além disso, o advogado que o substitui estava no Rio de Janeiro por motivos de saúde de parentes.

O Auditor Maurício Neves, relator do processo, deferiu a solicitação e fez com que o processo retornasse na primeira sessão de 2018, sem prejuízos a nenhuma das partes.

Na última partida do Campeonato Brasileiro, o Atlético Mineiro venceu o Grêmio por 4 a 3, em jogo que ficou marcado pelo Galo ter ficado com um jogador a menos e pelo apagão que interrompeu a partida na etapa complementar.

De acordo com a súmula do árbitro, Gustavo Blanco atingiu a perna de um adversário durante uma disputa de bola com um carrinho. Além disso, também foi relatada a queda de energia que resultou no desligamento dos refletores e na interrupção da partida, que voltou a ser disputada depois de 11 minutos.

Gustavo Blanco recebeu uma denúncia da Procuradoria por infração, de acordo com o artigo 254, parágrafo 1º, inciso II do CBJD (prática de jogada violenta, mesmo sem intenção de machucar o adversário), ao passo que o Clube Atlético Mineiro recebeu uma infração com base no artigo 211 do CBJD (não manter o local que recebeu o jogo com infraestrutura necessária para oferecer total garantia e segurança).

Gustavo Blanco pode ser suspenso por até 6 partidas, ao passo que o Clube Atlético Mineiro pode receber uma multa de até R$ 100 mil.

 

Fonte oficial: STJD