Polícia Federal deflagra operação Olhos de Lince para apurar crimes eleitorais

330
eleições 2018
Créditos: Nicomenijes | iStock

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (24) a operação Olhos de Lince, que tem o objetivo de coibir crimes relacionados às eleições de 2018. Essa operação é resultado do acompanhamento das redes sociais feitas pela PF, com o intuito de identificar e evitar possíveis crimes eleitorais e ameaças aos candidatos que concorrem ao pleito.

Estão sendo apurados crimes de violação do sigilo do voto e de incitação ao crime de homicídio, respondendo, os investigados, na medida de suas participações. As ações estão acontecendo nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, onde os agentes estão cumprindo mandados de busca e apreensão. A PF também intimou investigados a prestarem depoimento. As ações fazem parte das atividades do Centro Integrado de Comando e Controle Eleitoral.

Uso de Reconhecimento Facial

Foram utilizadas técnicas de reconhecimento facial para a identificação dos investigados, fazendo análises e comparações das características faciais, como cicatrizes, manchas e proporções, possibilitando a identificação de forma técnica e precisa dos suspeitos.

operação
Créditos: Jon Anders Wiken | iStock

Olhos de Lince

O nome da ação é uma expressão muito utilizada popularmente. O lince é um felino que possui excelente visão, daí a origem da expressão “ter olhos de lince”, algo como visão muito apurada. (Com informações do Migalhas.)

DEIXE UMA RESPOSTA