CCJ analisa restringir decisões em plantões judiciários

241

Os plantões judiciários não poderão ser usados para reexame de decisões, prorrogação de autorização judicial para escuta telefônica ou liberação de bens apreendidos. É o que diz projeto de lei (PL 511/2019) que deve ser votado na Comissão de Constituição e Justiça na retomada dos trabalhos em 2020. O relator, Alessandro Vieira (Cidadania-SE), explica que o objetivo da proposta é evitar abusos e garantir a segurança de decisões judiciais já tomadas. A reportagem é de Bruno Lourenço, da Rádio Senado.

 

Proposições legislativas PL 511/2019

 

Fonte:  Agência Senado

DEIXE UMA RESPOSTA