Ministro Marco Aurélio pede parecer da AGU sobre pedido de advogado para investigar os cheques de Fabrício Queiroz

STF / Ministro Marco Aurélio / Gilmar Mendes / Ricardo Lewandowski / Nunes Marques / Na última quarta-feira (19), o ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF) pediu que a Advocacia-Geral da União (AGU) se manifeste sobre um pedido feito por um advogado para investigar os cheques depositados pelo policial militar Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), e por sua mulher, Márcia Aguiar, na conta da primeira-dama Michelle Bolsonaro. O valor total dos depósitos chega a R$ 89 mil.

A denúncia de autoria do advogado Ricardo Bretanha, protocolada em agosto do ano passado, é feita para apreciação dos órgãos do Ministério Público.

O caso foi arquivado depois que a PGR (Procuradoria-Geral da República) se manifestou contra a abertura de um procedimento para investigar os cheques. No entanto, Bretanha recorreu contra o arquivamento. Após a manifestação da AGU, o ministro vai decidir se mantém o caso caso arquivado ou leva para análise da 1ª Turma ou para o plenário do STF.

Nos dados financeiros da quebra de sigilo bancária e fiscal de Queiroz, revelados pela revista “Crusoé”, foi descoberto que ele depositou um total de R$ 72 mil em 21 cheques. Já Márcia Aguiar repassou R$ 17 mil para Michelle Bolsonaro de janeiro a junho de 2011.

Com informações do UOL.

 

Fique por dentro de tudo que acontece no mundo jurídico no Portal Juristas, siga nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Linkedin. Adquira sua certificação digital e-CPF e e-CNPJ na com a Juristas Certificação Digital, entre em contato conosco por email ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000

DEIXE UMA RESPOSTA