TJPB mantém condenação de instituição de ensino por briga entre aluna e a esposa de um aluno

TJPB mantém condenação de instituição de ensino por briga entre aluna e a esposa de um aluno | Juristas
two businesswoman are arguing on the street

A 1ª Câmara Especializada Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) manteve a condenação de uma instituição de ensino ao pagamento de R$ 6 mil, a título de danos morais, em decorrência de uma briga entre uma aluna e a esposa de um aluno, fato ocorrido em 2013 no interior do estabelecimento.

O relator do processo (0001917-86.2014.815.2001), desembargador Leandro dos Santos, observou que a instituição de ensino é responsável pelo aluno e por sua integridade física e moral, "pois, ao recebê-lo, o estabelecimento educacional reveste-se do poder de guarda e preservação no período em que estiverem sob sua vigilância e autoridade, tanto pelos atos praticados por ele por terceiros, quanto por terceiros a ele".

Ninguém é obrigado a produzir prova contra si mesmo, diz TRF1 ao negar pedido do MPF.
Créditos: Avosb | iStock

Já sobre o valor da indenização fixado na sentença, o relator destacou que não deve haver alteração, porquanto foi arbitrado em atenção aos pressupostos de razoabilidade e proporcionalidade. "Considerando o ato ilícito praticado contra a parte Autora, o potencial econômico da ofensora, o caráter punitivo compensatório da indenização e os parâmetros adotados em casos semelhantes, entendo que deve mantido o valor indenizatório em R$ 6.000,00", pontuou.

Com informações do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB).


Fique por dentro de tudo que acontece no mundo jurídico no Portal Juristas, siga nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Linkedin. Adquira seu registro digital e-CPF e e-CNPJ na com a Juristas Certificação Digital, entre em contato conosco por e-mail ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000.

DEIXE UMA RESPOSTA