TJSP proíbe Alexandre Correa de caluniar Ana Hickmann e expor o filho em posts sobre a separação nas redes sociais

Data:

Rede Social - Internet - Jurisprudências
Créditos: bigtunaonline / iStock

O empresário Alexandre Correa recebeu uma ordem judicial do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) para cessar toda e qualquer forma de calúnia e injúria contra sua ex-esposa, a apresentadora de TV Ana Hickmann, nas redes sociais e em outros meios de comunicação. A decisão, emitida pela juíza Andrea Ribeiro Borges, da 1ª Vara Criminal da Comarca de Itu, interior de São Paulo, também proíbe Correa de expor fotos do filho do casal em publicações relacionadas ao processo de separação.

A determinação judicial especifica que tanto Alexandre quanto Ana estão proibidos de publicar, expor ou compartilhar fotos, vídeos, comentários ou documentos referentes um ao outro. A medida visa a preservar a integridade e a privacidade das partes envolvidas, evitando exposições desnecessárias e potencialmente prejudiciais.

TJSP proíbe Alexandre Correa de caluniar Ana Hickmann e expor o filho em posts sobre a separação nas redes sociais | Juristas
Ana Hickmann Foto de thenews2.com _ Chemalle/TheNews2/Deposit Photos)

A assessoria de imprensa de Ana Hickmann emitiu uma nota oficial sobre o assunto, reiterando o compromisso da apresentadora em proteger seu filho de qualquer exposição indesejada. "Ana Hickmann segue protegendo o filho da exposição desnecessária e mantém o mesmo comportamento em respeito à Justiça e preservação do menor", afirmou o comunicado.

A decisão judicial foi motivada por recentes acontecimentos, incluindo a publicação de um vídeo por parte de Alexandre Correa, no qual seu filho de 10 anos afirma que o pai não havia agredido a mãe. Este episódio gerou controvérsias e críticas nas redes sociais. Ana Hickmann acusou publicamente o ex-companheiro de submeter o filho a "constante humilhação pública" e de tentar manipular a situação da agressão.

Com essa decisão, o Tribunal de Justiça busca assegurar o respeito mútuo entre as partes envolvidas e proteger o bem-estar emocional e psicológico do filho do ex-casal.

Com informações do Portal Uai.


Você sabia que o Portal Juristas está no FacebookTwitterInstagramTelegramWhatsAppGoogle News e Linkedin? Siga-nos!

Notícias, modelos de petição e de documentos, artigos, colunas, entrevistas e muito mais: tenha tudo isso na palma da sua mão, entrando em nossa comunidade gratuita no WhatsApp.

Basta clicar aqui: https://bit.ly/zapjuristas

Ricardo Krusty
Ricardo Krusty
Comunicador social com formação em jornalismo e radialismo, pós-graduado em cinema pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Deixe um comentário

Compartilhe

Inscreva-se

Últimas

Recentes
Veja Mais

Modelo de Ação Indenizatória por Abandono Afetivo

O Autor é filho do Réu, conforme certidão de nascimento (doc. 02), sendo seu genitor por vínculo biológico. Desde a mais tenra idade, o Autor foi privado do convívio paterno, sendo ignorado e negligenciado afetivamente pelo Réu, que nunca demonstrou qualquer interesse em participar de sua vida, acompanhando seu desenvolvimento emocional e psicológico.

Modelo de Contrato de Manutenção de Sauna e Piscina

CLÁUSULA PRIMEIRA - DO OBJETO O presente contrato tem por objeto a prestação de serviços de manutenção preventiva e corretiva de sauna e piscina, localizadas no endereço do CONTRATANTE.

Modelo de Contrato de Criação de Modelos de Petição para Escritório de Advocacia

O presente contrato tem por objeto a criação de modelos de petição pelo CONTRATADO para uso exclusivo do CONTRATANTE, conforme as especificações e requisitos definidos em comum acordo entre as partes.

Modelo - Contrato de Apoio Jurídico em Escritório de Advocacia

O presente contrato tem por objeto a prestação de serviços de apoio jurídico pelo PRESTADOR ao ESCRITÓRIO, conforme as condições estipuladas neste instrumento.