Mantida condenação ao Serasa por negativação de CPF sem comunicação devida

Data:

Inscrição Indevida - Serasa
Créditos: Michał Chodyra / iStock

A Segunda Turma Recursal de João Pessoa manteve uma decisão que condenou a Serasa ao pagamento de indenização por danos morais, no valor de R$ 3 mil, devido à falta de notificação adequada sobre a inscrição do nome de um consumidor em cadastro restritivo de crédito. O entendimento é de que a notificação deve ser enviada por correspondência ao endereço do consumidor, sendo vedada a notificação exclusiva por e-mail ou mensagem de texto de celular (SMS).

No processo em questão (nº 0846909-55.2021.8.15.2001), a parte autora alegou que teve seu CPF negativado sem ser devidamente comunicada. A Serasa, por sua vez, argumentou que enviou um comunicado prévio sobre a inserção da dívida através de mensagem eletrônica (SMS), conforme previsto no artigo 43, §2º do Código de Defesa do Consumidor.

O relator do processo, juiz Inácio Jairo, destacou que, apesar dos argumentos da Serasa, ficou comprovada a falha do serviço, pois não houve a comunicação prévia ao consumidor. Segundo o juiz, a empresa deveria ter enviado uma notificação via carta postal antes de incluir o nome do consumidor nos cadastros de inadimplentes.

O SMS enviado pela Serasa em 24/09/2021 não foi considerado eficaz para cumprir o requisito legal de notificação prévia, conforme estabelecido na Súmula 359 do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Portanto, a empresa não cumpriu com o dever estipulado no artigo 43, §2º do CDC e na jurisprudência do STJ.

Com essa decisão, reforça-se a importância de uma notificação adequada e efetiva ao consumidor quando seu nome é incluído em cadastros restritivos de crédito, garantindo seus direitos e evitando prejuízos decorrentes de falhas no processo de comunicação.

Com informações do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP).


Você sabia que o Portal Juristas está no FacebookTwitterInstagramTelegramWhatsAppGoogle News e Linkedin? Siga-nos!

Ricardo Krusty
Ricardo Krusty
Comunicador social com formação em jornalismo e radialismo, pós-graduado em cinema pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Deixe um comentário

Compartilhe

Inscreva-se

Últimas

Recentes
Veja Mais

Guia Completo para Obter um Visto de Trabalho em Portugal: Passo a Passo para Profissionais Internacionais

Mudar-se para Portugal é um sonho para muitos devido ao seu clima ameno, qualidade de vida elevada e rica cultura histórica. Para profissionais de fora da União Europeia, uma das vias principais para realizar esse sonho é através da obtenção de um visto de trabalho. Este guia abrangente fornece um passo a passo detalhado sobre como aplicar para um visto de trabalho em Portugal, incluindo dicas essenciais e requisitos legais.

Como funciona a obtenção de múltiplas cidadanias?

A obtenção de múltiplas cidadanias pode ocorrer de várias maneiras, dependendo das leis e regulamentos de cada país envolvido. Aqui está uma visão geral dos principais métodos pelos quais uma pessoa pode adquirir mais de uma cidadania:

Uma pessoa pode ter diversos passaportes e nacionalidades?

Sim, uma pessoa pode possuir diversos passaportes e nacionalidades, em um arranjo conhecido como dupla ou múltipla cidadania. Isso significa que ela é reconhecida como cidadã por mais de um país e pode usufruir dos direitos e benefícios associados a cada uma das suas nacionalidades.

O que é o NIF em Portugal?

O NIF (Número de Identificação Fiscal) em Portugal é um número único atribuído aos contribuintes para efeitos de tributação e outras atividades administrativas relacionadas com as finanças do Estado. Este número é essencial para a identificação dos cidadãos nas suas relações com a Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) de Portugal, bem como em diversas transações financeiras e legais no país.