Mulher suspeita de furtar 22 potes de Nutella para vender na web é detida

Data:

Suspeita de furtar 22 potes de Nutella, uma mulher de 26 anos foi detida, em um supermercado de Patrocínio (MG), a 414 km de Belo Horizonte. Conforme a polícia, ela confessou o crime e contou que venderia as mercadorias por R$ 10 em grupos de WhatsApp. Ela foi autuada em flagrante por furto, pagou fiança de R$ 1 mil e responderá em liberdade. Segundo a PM, ela disse que havia entrado no mercado outras vezes no sábado, furtado potes de 350 gramas do creme de avelã e os deixado em um carrinho de bebê perto do estabelecimento.

A mulher suspeita foi detida pela polícia após funcionários não a deixarem ir embora ao perceberem que não havia pago pelos potes de Nutella. Segundo o boletim de ocorrência, imagens de câmeras de segurança filmaram o furto no mercado do bairro Morada Nova. Os potes furtados eram guardados na bolsa a tiracolo. Em seu depoimento, ela informou que já havia entrado outras sete vezes no mercado, em diferentes datas, para praticar o mesmo crime, mas com outras mercadorias. Parentes da suspeita ouvidos pela polícia disseram não entender o motivo do furto, porque ela tem boas condições e não faltam alimentos em casa. O supermercado foi procurado pela reportagem do UOL mas não divulgou informações sobre o caso. Segundo a suspeita, ela praticou o crime porque "precisava, mas tudo deu errado". A mulher ainda se disse "muito envergonhada" com a situação.

Fonte: UOL

Ezyle Rodrigues de Oliveira
Ezyle Rodrigues de Oliveira
Produtora de conte

Deixe um comentário

Compartilhe

Inscreva-se

Últimas

Recentes
Veja Mais

A primeira turma do STF decide tornar réus sete integrantes da antiga cúpula da PMDF por omissão em atos antidemocráticos

A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria para tornar réus sete integrantes da antiga cúpula da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), todos suspeitos de omissão durante os atos antidemocráticos de 8 de janeiro de 2023, quando as sedes dos Três Poderes foram invadidas e depredadas. A sessão de julgamento, que é virtual, está prevista para durar até 20 de fevereiro. Os ministros Cristiano Zanin e Cármen Lúcia seguiram o voto do relator, Alexandre de Moraes. Falta o voto do ministro Luiz Fux.

STF inspaciona desintrusão da Terra Indígena Trincheira-Bacajá (PA)

Uma missão oficial liderada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), com representantes do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e da Presidência da República, esteve em operação no último dia 4 para inspecionar o progresso da desintrusão da Terra Indígena (TI) Trincheira-Bacajá, localizada no estado do Pará (PA). Durante a visita, foram realizados sobrevôos em áreas-chave da reserva e reuniões com líderes indígenas do povo Xikrin.

Dupla é condenada por saída do país com dinheiro não declarado à Receita Federal

A 7ª Vara Federal de Porto Alegre emitiu sentença, no dia 6 de fevereiro, condenando dois indivíduos pelo crime de evasão de divisas. Ambos foram flagrados transportando dinheiro em espécie para fora do país sem declará-lo à Receita Federal.

STF afasta limitação de vagas para mulheres em concurso da PM do Amazonas e Ceará

O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu afastar a limitação de vagas para mulheres em concursos da Polícia Militar (PM) dos Estados do Amazonas e Ceará. As decisões foram unânimes e ocorreram durante a sessão virtual concluída em 9 de fevereiro, no julgamento de duas ações diretas de inconstitucionalidade propostas pela Procuradoria-Geral da República (PGR).