TJ-PB reforma sentença e condena empresa turística a indenizar fotógrafo

Data:

Franqueada da Flytour condenada a indenizar fotógrafo por violação de direitos autorais
Créditos: Clio Luconi

Clio Robispierre Camargo Luconi, representado pelo advogado Wilson Furtado Roberto, fundador do escritório de advocacia Wilson Roberto Consultoria e Assessoria Jurídica e do Portal Juristas, ajuizou uma ação de obrigação de fazer c/c indenização por danos morais e materiais e pedido de antecipação de tutela em face de Flytour Agência de Viagens e Turismo Ltda por violação de direitos autorais.

A 4ª Vara Cível da Capital julgou extinto o processo, sem resolução do mérito, por entender que havia litispendência da ação indenizatória ajuizada autuada sob o nº 0317980-81.2014.8.24.0023. Diante disso, interpôs recurso de apelação (nº 0325550-21.2014.8.24.0023) ao TJ-PB sustentando a inocorrência do instituto e requerendo que os pedidos iniciais sejam analisados por esta Corte, haja vista que o processo encontra-se em condições de imediato julgamento.

O fotógrafo alegou contrafação de uma fotografia de sua autoria, visto que ela foi utilizada sem sua autorização ou indicação de autoria. Aduziu, por fim, que, em razão da decretação da revelia do apelado, os fatos alegados na inicial devem ser presumidos como verdadeiros.

empresa turística a indenizar fotógrafo
Créditos: Zozzzzo | iStock

O tribunal acatou os pedidos do fotógrafo. Para o desembargador relator, a litispendência não ocorreu, já que a causa de pedir, as partes e os pedidos são distintos. Sobre o julgamento imediato, afirmou que, conforme o artigo 1.013, §3º, I, do CPC, a causa é madura. Acerca do mérito da questão, afirmou o direito exclusivo do autor de utilizar sua obra, o que consequentemente caracteriza a conduta ilícita da empresa turística.

Por fim, diante da revelia, a presunção de veracidade dos fatos impõe o dever de indenizar material e moralmente o autor que sofreu danos. O desembargador condenou a empresa ao pagamento de R$ 1.500,00 por danos materiais e R$ 8.000,00 por danos morais.

Leia a decisão na íntegra aqui.

Flávia Costa
Flávia Costa
Correspondente do Portal Juristas

Deixe um comentário

Compartilhe

Inscreva-se

Últimas

Recentes
Veja Mais

Brasil edita norma federal (Lei 14.852/2024) regulamentando “GAMES”

Se você tem um filho(a) entre 05 (cinco) e 16 (dezesseis) anos, com absoluta certeza você já se desesperou com a utilização excessiva de “games” pelo mesmo. O vicio nestes joguinhos é um problema social.

Aulão Solidário de Direito Agrário e Aplicado ao Agronegócio Beneficia o Rio Grande do Sul

Em uma iniciativa inovadora, grandes nomes do Direito Agrário e do agronegócio se reunirão para um aulão solidário no próximo sábado, dia 11 de maio, das 13h30 às 19h00. O evento, que ocorrerá online com transmissão via TV Agrarista UBAU no YouTube, promete ser uma oportunidade única de aprendizado e solidariedade.

Pleno do TJPB elege Aluízio Bezerra Filho como novo desembargador pelo critério de merecimento

O Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), em sessão administrativa realizada nesta segunda-feira (29), escolheu o juiz Aluízio Bezerra Filho como novo desembargador, preenchendo a vaga deixada pelo desembargador Marcos William de Oliveira, que se aposentou no último ano. A eleição ocorreu por mérito.

TJSP mantém condenação de acusados que aplicavam golpe em locadora de veículos

A 7ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo confirmou a decisão da 13ª Vara Criminal da Capital, sob a juíza Erika Fernandes, que condenou três homens por associação criminosa, com um deles também condenado por estelionato, relacionado a um golpe praticado contra uma locadora de veículos. As penas impostas, variando entre um e dois anos de reclusão, foram convertidas em medidas alternativas, incluindo prestação pecuniária e serviços comunitários.