TRF5 assegura medicamento para tratamento de nanismo

Data:

Hidroxicloroquina
Imagem meramente ilustrativa - Créditos: BackyardProduction / iStock

A Sétima Turma do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5) decidiu por unanimidade garantir o fornecimento do medicamento Voxzogo (Vosoritida) a uma menor com acondroplasia (nanismo), conforme prescrições médicas. A decisão reverteu a sentença da 4ª Vara Federal da Seção Judiciária da Paraíba (SJPB) e assegurou o acesso ao tratamento, mesmo diante do alto custo do medicamento, que não é fornecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O relator do processo, desembargador federal Frederico Dantas, destacou que seria injustificável que o Estado se eximisse de sua obrigação constitucional de fornecer o medicamento, alegando sua ausência na lista do SUS ou falta de recursos financeiros. Com base nos documentos médicos apresentados, que comprovaram a condição da menor como portadora de acondroplasia, o desembargador enfatizou a necessidade vital do tratamento para a saúde da paciente.

O relatório médico também evidenciou a urgência no início do tratamento, especialmente devido à idade próxima à puberdade da menor, momento em que a eficácia do tratamento pode ser comprometida pela elevação dos níveis de testosterona e aceleração da idade óssea.

Além disso, o desembargador ressaltou que a Vosoritida é uma droga aprovada pela Anvisa, com eficácia e segurança comprovadas, sendo a única opção terapêutica atualmente aprovada para tratar a doença. No entanto, o medicamento não está disponível no SUS, tornando ainda mais crucial o acesso por meio da decisão judicial.

Diante da hipossuficiência financeira da família da menor para arcar com os custos do medicamento, que seriam de R$ 3,2 milhões por ano, o TRF5 reconheceu a necessidade de garantir o fornecimento do Voxzogo para garantir o direito à saúde da paciente.

Com informações do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5).


Você sabia que o Portal Juristas está no FacebookTwitterInstagramTelegramWhatsAppGoogle News e Linkedin? Siga-nos!

Ricardo Krusty
Ricardo Krusty
Comunicador social com formação em jornalismo e radialismo, pós-graduado em cinema pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Deixe um comentário

Compartilhe

Inscreva-se

Últimas

Recentes
Veja Mais

Guia Completo para Obter um Visto de Trabalho em Portugal: Passo a Passo para Profissionais Internacionais

Mudar-se para Portugal é um sonho para muitos devido ao seu clima ameno, qualidade de vida elevada e rica cultura histórica. Para profissionais de fora da União Europeia, uma das vias principais para realizar esse sonho é através da obtenção de um visto de trabalho. Este guia abrangente fornece um passo a passo detalhado sobre como aplicar para um visto de trabalho em Portugal, incluindo dicas essenciais e requisitos legais.

Como funciona a obtenção de múltiplas cidadanias?

A obtenção de múltiplas cidadanias pode ocorrer de várias maneiras, dependendo das leis e regulamentos de cada país envolvido. Aqui está uma visão geral dos principais métodos pelos quais uma pessoa pode adquirir mais de uma cidadania:

Uma pessoa pode ter diversos passaportes e nacionalidades?

Sim, uma pessoa pode possuir diversos passaportes e nacionalidades, em um arranjo conhecido como dupla ou múltipla cidadania. Isso significa que ela é reconhecida como cidadã por mais de um país e pode usufruir dos direitos e benefícios associados a cada uma das suas nacionalidades.

O que é o NIF em Portugal?

O NIF (Número de Identificação Fiscal) em Portugal é um número único atribuído aos contribuintes para efeitos de tributação e outras atividades administrativas relacionadas com as finanças do Estado. Este número é essencial para a identificação dos cidadãos nas suas relações com a Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) de Portugal, bem como em diversas transações financeiras e legais no país.