Presidente nacional da OAB desagrava advogado agredido por policiais

413
Ordem dos Advogados do Brasil
Créditos: Reprodução

O presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, participou de um ato de desagravo público do advogado Sávio Delano, em Caruaru. Sávio foi preso arbitrariamente por policiais militares em julho.

Lamachia apontou que o advogado desagravado no ato “é certamente a maior autoridade aqui presente. Mesmo diante de um episódio de autoritarismo, deu um exemplo de postura, liderança, equilíbrio, serenidade e, acima de tudo, pela firmeza com a qual você representou nossa profissão. É isso que se espera da advocacia”.

Após agradecer o presidente da OAB Pernambuco, Lamachia disse que a agressão é um atitude inaceitável da parte de quem deve garantir a segurança dos cidadãos. Outros advogados participaram do ato.

Lamachia finalizou: “Onde houver um advogado ou uma advogada agredida neste País, a Ordem dos Advogados do Brasil lá estará. Não estamos aqui para ofender a Polícia Militar, mas sim para demonstrar o respeito à corporação que age de acordo com a lei e nos estritos termos legais. Contudo, com a tentativa de calar a profissão que tem em seu DNA a luta pela democracia, é preciso registrar junto às autoridades competentes que a OAB e a advocacia falam pelo cidadão, para o cidadão e em respeito ao cidadão. Em um somos todos, em todos somos um”. (Com informações do Conselho Federal da OAB.)

DEIXE UMA RESPOSTA