TJSP condena empresária a 13 anos de reclusão por matar marido

123

Empresária também foi condenada por fraude processual.

tjsp
Créditos: Zolnierek | iStock

O 4º Tribunal do Júri do Fórum Criminal de São Paulo condenou ontem (6) uma mulher, à pena de 13 anos de reclusão e seis meses de detenção. A empresária foi acusada de homicídio duplamente qualificado, praticado contra seu marido, em janeiro de 2013. Ela também foi condenada a seis meses de detenção, por fraude processual.

A defesa da empresária pediu a absolvição da cliente alegando que ela  confessou o crime e agiu em legítima defesa; já a acusação sustentou que ela matou o marido para ficar com os bens do casal.

De acordo com a denúncia, o crime foi cometido por motivo torpe e recurso que impossibilitou a defesa da vítima. Além disso, ela “inovou artificiosamente,  na pendência de investigação criminal, o estado de lugar da pessoa, com o fim de induzir a erro o juiz e o perito”.

O julgamento foi presidido pela juíza Liza Livingston e a ré poderá recorrer da decisão em liberdade.

Processo nº 083810-47.2013.8.26.0052

(Com informações do Tribunal de Justiça de São Paulo)

DEIXE UMA RESPOSTA