MPRJ pede aplicação de multa ao Google por não colaborar nas investigações do caso Marielle

MPRJ pede aplicação de multa ao Google por não colaborar nas investigações do caso Marielle | Juristas
Créditos: Rclassenlayouts | iStock

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro – MPRJ pediu a aplicação de multa diária de R$ 100 mil até o limite de R$ 5 milhões ao Google por descumprir determinação judicial de quebra de sigilo de dados telemáticos para às investigações do caso da vereadora Marielle Franco.

O pedido foi feito por meio de Oficio entregue à 4ª Vara Criminal da Comarca da Capital pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado – Gaeco.
Desde a primeira determinação judicial, 27 de agosto de 2018, o Google já recorreu da decisão por três vezes e teve o pedido negado em todas elas.

A vereadora e o motorista dela, Anderson Gomes foram mortos a tiros, em março de 2018, no bairro do Estácio, na Região Central do Rio. Apontados como suspeitos do atentado, o policial militar reformado Ronnie Lessa e o ex-policial militar Élcio Vieira de Queiroz estão presos em um presídio em Rondônia e devem ir a júri popular.

Com informações do G1

DEIXE UMA RESPOSTA