Justiça manda Eduardo Bolsonaro excluir comentário sobre esposa do presidente da OAB

Bolsonaro tem 15 dias para se manifestar sobre interpelação da OAB
Créditos: belchonock | iStock

A Justiça do Rio de Janeiro determinou que o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) retire do ar um comentário sobre Daniela Santa Cruz, esposa do Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz.

No comentário, o filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) alega que Daniela seria beneficiada por uma ação da OAB para liberar recursos da antiga Lei Rouanet. O parlamentar insinuou que Daniela receberia R$ 790 mil, caso a OAB conseguisse a liberação de R$ 1,2 bilhão contingenciado pela Secretaria de Cultura.

Segundo a defesa de Felipe e Daniela, um projeto apresentado pela Santa Produtora Eireli, em nome de Daniela, perdeu o prazo para receber R$ 769 mil pela Lei Rouanet, afastando hipótese de repasse do governo federal.

Em fevereiro deste ano, a defesa de Felipe Santa Cruz entrou com uma ação, no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), contra o deputado federal. A decisão saiu nesta quinta-feira, 18. O presidente da OAB e sua esposa cobram R$ 50 mil de indenização por danos morais por conta da postagem, feita no fim de dezembro.

Com informações do UOL.

DEIXE UMA RESPOSTA