OAB-PE vai apurar conduta de conselheiro do Sport em caso de homofobia contra Gil do Vigor

Estudante do UNIPÊ relata homofobia de professor no Facebook
Créditos: Anna Hedik / shutterstock.com

A Ordem dos Advogados do Brasil em Pernambuco (OAB-PE) divulgou uma nota, na noite da última sexta-feira (14), repudiando o caso de homofobia contra Gil do Vigor, ex-participante do programa Big Brother Brasil-21 (BBB-21). Em um áudio viralizado em aplicativos de mensagens, o advogado, Flavio Koury, conselheiro do Sport Club do Recife, ofende o economista, depois que o ex-BBB visitou loja e estádio do clube, em Pernambuco, e dançou cantando seu bordão no programa, o Tchaki Tchaki.

“Qualquer comportamento ou atitude que levantem a discriminação, de qualquer natureza, devem ser combatidos e repudiados. A manifestação do conselheiro do Sport Club do Recife em relação a Gil do Vigor, nesta sexta-feira, é, lamentavelmente, mais um capítulo da cultura de violência contra a comunidade LGBTI+”, declarou a entidade, que informou que vai apurar a conduta do advogado e conselheiro do clube.

Os áudios que viralizaram nas redes sociais foram compartilhados um grupo entre conselheiros do clube pernambucano e rapidamente causaram repercussão entre os torcedores de diversos times do Brasil. Nele, o conselheiro do time pernambucano disse que a dança que o economista fez em sua visita à Ilha do Retiro era uma “depravação” e que apenas a “veadagem” iria comprar a camisa do clube.

“Se ele tivesse feito essa dancinha na casa dele ou no bordel, ou onde ele quisesse, eu não estava nem aí. Mas foi dentro da Ilha do Retiro, né rapaz. Isso é uma desmoralização. Isso é ausência de vergonha na cara. É isso que a gente está vivendo. Esses tempos novos que estão falando, é isso. Não tem mais respeito”, afirmou o Koury em um dos áudios vazados.

Em outro áudio o advogado diz ainda que “1/2 milhões de visualizações, arretado. 1/2 milhões de pessoas achando que o Sport só tem veado, só tem puto, só tem galinha, só tem bixa. É bom, muito bom. Um marketing arretado, vai vender é camisa rapaz. A veadagem todinha vai comprar, vai ser lindo”, disse Flávio Koury.

Gil do Vigor, que visitou a Ilha do Retiro a convite do Sport após ser eliminado do BBB-21, afirmou nas suas redes sociais que este foi o primeiro ataque homofóbico que recebeu depois que saiu do programa. O clube também fez uma publicação apoiando o ex-BBB e dizendo que as medidas para penalizar Koury já “estão sendo tomadas”.

Com informações do UOL.

Fique por dentro de tudo que acontece no mundo jurídico no Portal Juristas, siga nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Linkedin. Adquira sua certificação digital e-CPF e e-CNPJ na com a Juristas Certificação Digital, entre em contato conosco por email ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000

 

DEIXE UMA RESPOSTA