Frigorífico deve indenizar trabalhador que contraiu epilepsia após acidente de trabalho

Créditos: Dragos Cojocari | iStock

Por unanimidade, a 7ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST) negou recurso da empresa Marfrig Frigoríficos Brasil S.A, condenada ao pagamento de indenização a um auxiliar de produção que, após ser atingido na cabeça pela carcaça de um bovino, sofreu perda da consciência e processos convulsivos. O colegiado salientou que a decisão se baseou em laudos técnicos pedidos pela Justiça.

Conforme os autos (126-76.2012.5.04.0104), o acidente de trabalho ocorreu em junho de 2006 no setor de desossa do Frigorífico Mercosul S.A., em Capão do Leão (RS), unidade depois arrendada à Marfrig. Segundo o trabalhador, um colega cometeu um erro e soltou uma carcaça, "meio boi", de aproximadamente 200 kg, sobre sua cabeça. Com o impacto, seu capacete quebrou, e ele ficou desacordado por três horas. Sete meses após o acidente, começou a ter crises convulsivas de difícil controle, apesar de tomar medicamentos.

Créditos: racorn / Shutterstock.com

O Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT4-RS) condenou as empresas a pagarem indenização de R$ 10 mil, com base em depoimento de testemunha e, principalmente, em laudos periciais de um psiquiatra e de um otorrinolaringologista, realizados por determinação do juízo da 4ª Vara de Pelotas (RS).

Conforme o documento, há nexo causal entre a epilepsia e o acidente com trauma craniano e evidências de que as sequelas estão diretamente relacionadas à lesão causada na cabeça do empregado, pois, até então, não havia notícias de que ele tivesse sofrido convulsões ou crises epilépticas.

Related Post
Créditos: Zolnierek / iStock

O relator do recurso de revista da Marfrig, ministro Evandro Valadão, explicou que, de acordo com o TRT, ficaram caracterizados os requisitos configuradores da responsabilidade subjetiva da empresa: o nexo de causalidade entre o acidente de trabalho e as atividades do empregado, as lesões e a redução da capacidade de trabalho, além da culpa do empregador, pela inobservância das regras de proteção à segurança no trabalho, que contribuiu para o acidente. Nessas circunstâncias, há o dever de indenizar, nos termos dos artigos 186, 187 e 927 do Código Civil.

Ainda conforme o relator, a alteração da conclusão do TRT, para que prevalecesse a tese da Marfrig de inexistência de ato ilícito e nexo causal, exigiria o revolvimento do quadro fático-probatório, o que é vedado na esfera recursal extraordinária do TST.

Com informações do Tribunal Superior do Trabalho (TST).


Fique por dentro de tudo que acontece no mundo jurídico no Portal Juristas, siga nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Linkedin. Adquira seu registro digital e-CPF e e-CNPJ na com a Juristas Certificação Digital, entre em contato conosco por e-mail ou pelo WhatsApp (83) 9 93826000.

Ricardo Krusty

Comunicador social com formação em jornalismo e radialismo, pós-graduado em cinema pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Disqus Comments Loading...

Posts Recentes

Justiça autoriza retificação de certidão de nascimento para constar “gênero não especificado”

A Justiça determinou que Cartório de Registro Civil altere nome e gênero de pessoa que se identifica como “gênero não… Read More

1 hora atrás

Ex-atriz de novelas é acusada de usar atestados médicos falsos para enganar juiz e ficar com R$ 10 mi do marido

O Ministério Público de São Paulo denunciou a ex-atriz de novelas e atualmente psicóloga Suzy Camacho (61). Ela teria utilizado… Read More

2 horas atrás

Modelo de Contrato de Cartão de Crédito

1. O presente contrato tem como OBJETO, o fornecimento do Cartão de Crédito ............ (Tipo do cartão), pela CONTRATADA ao… Read More

3 horas atrás

Mulher que perdeu bebê em tentativa de suicídio é processada por aborto

O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) está processando uma mulher de 34 anos que em decorrência de uma tentativa… Read More

4 horas atrás

ANPD propõe multa mínima de R$ 12 mil por infração grave à LGPD

Foi aberto nesta terça-feira (16) pela Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), uma consulta pública sobre o Regulamento de… Read More

6 horas atrás

Modelo - Ação de Reparação de Danos por Colisão de Carro com Estação de Ônibus

Modelo de Petição - Ação de Reparação de Danos por Colisão de Carro com Estação de Ônibus - O demandante… Read More

8 horas atrás

Este website utiliza cookies.