Avianca, United e Copa Airlines se unem em parceria

Data:

A parceria não contempla o Brasil e a operação da Avianca Brasil

parceria
Créditos: Artyom_Anikeev | iStock

A companhia aérea United Airlines fechou uma parceria com a Avianca e com a Copa Airlines para oferecer novos serviços, como novas rotas sem escala e redução no tempo de viagens. Porém, a parceria não abrange o Brasil e a operação da Avianca Brasil.

Star AllianceA parceria ou joint venture entre a Avianca e a United Airlines não é surpreendente, pois, em 2016, as duas empresas (membros da aliança global Star Alliance) já tinham firmado um acordo de compartilhamento de voos.

Em 2017, a empresa americana anunciou o fortalecimento da parceria comercial com a Avianca Brasil e a Avianca.

Elas já vêm preparando uma joint venture de 10 anos envolvendo todas as ligações das aéreas nos Estados Unidos da América (EUA) e América Latina. Mas as negociações se estenderam por mais de dois anos.

Em comunicado, a companhia aérea diz que a intenção é oferecer um “amplo portfólio para seus consumidores”. O acordo integrar voos na América Latina e nos Estados Unidos da América.

Não há informações sobre uma eventual compra de ações das companhias aéreas na parceria. Há, porém, rumores de que o acordo possa envolver um empréstimo da United Airlines para German Efromovich, acionista controlador da Avianca Linhas Aéreas, companhia aérea colombiana. Ou seja, suas ações seriam a garantia do empréstimo. Assim, reduziria seu endividamento com um Fundo de Hedge (Elliott Management Corp).

Uma eventual fusão entre a Avianca e a Avianca Brasil, controlada por José Efromovich, irmão de German, poderia ser fortalecida pelo acordo aqui exposto. (Com informações da Exame)

Saiba mais:

Juristas
Juristashttp://juristas.com.br
O Portal Juristas nasceu com o objetivo de integrar uma comunidade jurídica onde os internautas possam compartilhar suas informações, ideias e delegar cada vez mais seu aprendizado em nosso Portal.

1 COMENTÁRIO

Deixe um comentário

Compartilhe

Inscreva-se

Últimas

Recentes
Veja Mais

Modelo de recurso contra multa por não obedecer à sinalização de trânsito

Modelo para recurso contra multa por não obedecer à...

TJSP invalida venda de empresa por inclusão de crédito do qual não é titular

A 1ª Câmara Reservada de Direito Empresarial do Tribunal de Justiça de São Paulo, em julgamento estendido, declarou a invalidade da venda de uma empresa que incluía no preço final valores de precatórios dos quais não era titular, caracterizando uma operação de crédito a non domino.

Mantida multa de empresa que vendia produtos fora do prazo de validade

A 13ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) confirmou a decisão da Vara de Viradouro, proferida pela juíza Débora Cristina Fernandes Ananias Alves Ferreira, que negou o pedido de anulação de uma multa aplicada pelo Procon a um estabelecimento comercial. O local foi multado em R$ 20,6 mil por vender produtos fora do prazo de validade.

Plano de saúde custeará exame genético para tratamento de síndrome

A 9ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) manteve a decisão da 10ª Vara Cível de Campinas, proferida pelo juiz André Pereira de Souza, que determinou que uma operadora de plano de saúde deve autorizar e custear a avaliação genética com pesquisa etiológica para um beneficiário portador da Síndrome de West.