Judiciário e Executivo firmam convênio para agilizar execuções fiscais

Data:

STJ e OAB acertam procedimento para sustentações orais
Créditos: Chaliya / Shutterstock.com

O diretor do Fórum da comarca de Cidade Ocidental, juiz André Costa Jucá celebrou, na segunda-feira (29), convênio com o prefeito da cidade, Fábio Corrêa. A parceria tem por objetivo oferecer mais eficiência e transparência nos procedimentos referentes à arrecadação de tributos municipais, bem como dar maior celeridade aos processos de execução fiscal ajuizados pelo município.

Na oportunidade, duas salas da comarca foram disponibilizadas, onde servidores do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSC) e da prefeitura municipal irão prestar atendimento aos contribuintes que queiram firmar acordo referentes aos tributos municipais. Além da presença do diretor do Fórum da comarca e do prefeito, o evento foi prestigiado por representantes do Legislativo municipal, pelo coordenador do Cejusc, Carlos Henrique Melo e por outras autoridades municipais.

Acaray M. Silva

Fonte: Tribunal de Justiça Goiás

Juristas
Juristashttp://juristas.com.br
O Portal Juristas nasceu com o objetivo de integrar uma comunidade jurídica onde os internautas possam compartilhar suas informações, ideias e delegar cada vez mais seu aprendizado em nosso Portal.

Deixe um comentário

Compartilhe

Inscreva-se

Últimas

Recentes
Veja Mais

Empresa de fotos e vídeos condenada por falha em filmagem de casamento

A 13ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) confirmou a decisão da Comarca de Lavras que responsabilizou uma empresa de fotografia e vídeo a pagar R$ 10 mil por danos morais e R$ 1,4 mil por danos materiais a uma noiva, devido a falhas na filmagem de seu casamento.

Homem trans será indenizado por não ter nome social reconhecido em registro bancário

A 18ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) alterou uma decisão inicial e determinou que um banco indenize um homem trans em R$ 10 mil por danos morais devido ao não reconhecimento do seu nome social nos registros bancários.

Justiça condena hospital, plano de saúde e médico a indenizar paciente por erro em cirurgia

A 14ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) confirmou uma decisão da Comarca de Belo Horizonte que responsabiliza um hospital, um médico anestesista e um plano de saúde pelo pagamento de indenizações à uma paciente, totalizando R$ 200 mil, divididos igualmente entre danos morais e estéticos.

TJ mineiro mantém condenação de motorista que atropelou idoso

A 18ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) confirmou uma decisão da Comarca de Monte Belo, no Sul de Minas, condenando um motorista a pagar R$ 100 mil por danos morais à esposa de um idoso que faleceu em um acidente de trânsito.