Moradora de Cachoeiro de Itapemirim agredida por motorista deve ser indenizada

Data:

mulher agredida
Créditos: Pecaphoto77 | iStock

Uma motorista foi condenada a pagar R$ 3 mil a uma moradora de Cachoeiro de Itapemirim por danos morais, após ter proferido ofensas verbais e agredido fisicamente a vítima que quase foi atropelada quando transitava em uma calçada.

A autora relatou ter sofrido agressões físicas, como soco na face e chutes no abdômen, após exigir respeito da motorista. Ela precisou ser socorrida pelo corpo de bombeiros e sentiu constrangimento em realizar suas atividades diárias e enfrentar amigos e vizinhos.

O juiz da 2ª Vara Cível de Cachoeiro de Itapemirim analisou as provas apresentadas e confirmou a conduta agressiva da ré. Ele entendeu que a conduta da motorista ultrapassou o limite do aborrecimento e que os constrangimentos causados à autora foram excessivos, justificando a indenização por danos morais.

Com informações do Tribunal de Justiça do Espirito Santo – TJES

Deixe um comentário

Compartilhe

Inscreva-se

Últimas

Recentes
Veja Mais

Empresa de fotos e vídeos condenada por falha em filmagem de casamento

A 13ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) confirmou a decisão da Comarca de Lavras que responsabilizou uma empresa de fotografia e vídeo a pagar R$ 10 mil por danos morais e R$ 1,4 mil por danos materiais a uma noiva, devido a falhas na filmagem de seu casamento.

Homem trans será indenizado por não ter nome social reconhecido em registro bancário

A 18ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) alterou uma decisão inicial e determinou que um banco indenize um homem trans em R$ 10 mil por danos morais devido ao não reconhecimento do seu nome social nos registros bancários.

Justiça condena hospital, plano de saúde e médico a indenizar paciente por erro em cirurgia

A 14ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) confirmou uma decisão da Comarca de Belo Horizonte que responsabiliza um hospital, um médico anestesista e um plano de saúde pelo pagamento de indenizações à uma paciente, totalizando R$ 200 mil, divididos igualmente entre danos morais e estéticos.

TJ mineiro mantém condenação de motorista que atropelou idoso

A 18ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) confirmou uma decisão da Comarca de Monte Belo, no Sul de Minas, condenando um motorista a pagar R$ 100 mil por danos morais à esposa de um idoso que faleceu em um acidente de trânsito.