STJ decide: rescisão de contrato de aluguel pode ser comunicada por e-mail

Data:

inquilino
Créditos: Marchmeena29 | iStock

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) deliberou, por unanimidade, que a comunicação da intenção do inquilino de rescindir o contrato de aluguel pode ser feita por e-mail. Segundo o colegiado, o aviso não requer formalidades específicas, sendo suficiente que seja feito por escrito e chegue ao locador ou a alguém que o represente.

O caso teve origem em uma execução por suposta falta de pagamento de aluguéis. Em embargos à execução, a locatária alegou ter enviado um e-mail à advogada da locadora informando sua intenção de rescindir o contrato, argumentando que os valores cobrados não eram devidos.

O juízo de primeira instância reconheceu a cobrança excessiva, e o tribunal estadual manteve a decisão, considerando que a locatária conseguiu comprovar sua tentativa de rescisão contratual e devolução das chaves.

No recurso ao STJ (REsp 2.089.739), a locadora contestou a validade do aviso por e-mail, alegando que não supriria a exigência legal de aviso prévio por escrito, o que obrigaria a locatária a pagar os aluguéis até a efetiva entrega das chaves.

A ministra Nancy Andrighi, relatora do caso no STJ, explicou que a Lei de Locações não especifica o meio pelo qual o aviso deve ocorrer, exigindo apenas que seja feito por escrito. Destacou ainda que a boa-fé do locatário ou tentativas frustradas de aviso ao locador não eliminam a exigência legal de que a mensagem chegue ao conhecimento do locador.

Ao manter a decisão do tribunal estadual, a Terceira Turma considerou que a troca de e-mails foi suficiente para comunicar à locadora a intenção da locatária de rescindir o contrato, mantendo assim o entendimento de que a formalidade necessária foi cumprida.

Com informações do Superior Tribunal de Justiça (STJ).


Você sabia que o Portal Juristas está no FacebookTwitterInstagramTelegramWhatsAppGoogle News e Linkedin? Siga-nos!

Ricardo Krusty
Ricardo Krusty
Comunicador social com formação em jornalismo e radialismo, pós-graduado em cinema pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Deixe um comentário

Compartilhe

Inscreva-se

Últimas

Recentes
Veja Mais

Guia Completo para Obter um Visto de Trabalho em Portugal: Passo a Passo para Profissionais Internacionais

Mudar-se para Portugal é um sonho para muitos devido ao seu clima ameno, qualidade de vida elevada e rica cultura histórica. Para profissionais de fora da União Europeia, uma das vias principais para realizar esse sonho é através da obtenção de um visto de trabalho. Este guia abrangente fornece um passo a passo detalhado sobre como aplicar para um visto de trabalho em Portugal, incluindo dicas essenciais e requisitos legais.

Como funciona a obtenção de múltiplas cidadanias?

A obtenção de múltiplas cidadanias pode ocorrer de várias maneiras, dependendo das leis e regulamentos de cada país envolvido. Aqui está uma visão geral dos principais métodos pelos quais uma pessoa pode adquirir mais de uma cidadania:

Uma pessoa pode ter diversos passaportes e nacionalidades?

Sim, uma pessoa pode possuir diversos passaportes e nacionalidades, em um arranjo conhecido como dupla ou múltipla cidadania. Isso significa que ela é reconhecida como cidadã por mais de um país e pode usufruir dos direitos e benefícios associados a cada uma das suas nacionalidades.

O que é o NIF em Portugal?

O NIF (Número de Identificação Fiscal) em Portugal é um número único atribuído aos contribuintes para efeitos de tributação e outras atividades administrativas relacionadas com as finanças do Estado. Este número é essencial para a identificação dos cidadãos nas suas relações com a Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) de Portugal, bem como em diversas transações financeiras e legais no país.