Colegiado reconhece inconstitucionalidade de artigo do Código Penal que suprime majorante em crime de roubo

192

Incidente de Inconstitucionalidade será apreciado pelo Órgão Especial do Tribunal de Justiça de São Paulo – TJSP

crime de roubo
Créditos: juststock / iStock

Por unanimidade, a Quarta Câmara de Direito Criminal do TJSP reconheceu a inconstitucionalidade do artigo 4º da Lei n. 13.654/18 e fixou a instauração de incidente de inconstitucionalidade com remessa ao Órgão Especial para apreciação.

O dispositivo acima destacado extingue a majorante do emprego de arma no crime de roubo, prevista no artigo 157, §2º, inciso I, do Código Penal brasileiro.

A decisão, proferida em julgamento de apelação interposta pelo Ministério Público do Estado de São Paulo (MPSP), reconheceu o vício formal do texto legal, tendo em vista que não houve sua devida aprovação pelo Congresso Nacional.

Edison Aparecido Brandão
Créditos: Reprodução / APAMAGIS – Associação Paulista de Magistrados

“Obviamente, a supressão do inciso I do §2º do artigo 157 do Código Penal se deu sem a aprovação do Congresso Nacional, sendo suprimido ilegalmente pela Coordenação de Redação Legislativa (Corele), e, portanto, criada em ambiente diverso do parlamento, por pessoas não competentes para tanto, não sendo discutida e emanada de parlamentares, antes de ser enviado para a sanção pelo presidente da República”, ressaltou o relator do recurso de apelação, desembargador Edison Aparecido Brandão.

Na hipótese o Órgão Especial do TJSP confirme o entendimento da Quarta Câmara Criminal, a decisão terá caráter vinculante para todos os magistrados do Estado de São Paulo.

Participaram do julgamento os desembargadores Luis Soares de Mello e Euvaldo Chaib.

Apelação nº 0022570-34.2017.8.26.0050 – Acórdão (inteiro teor para download)