Fiscalização antitruste sobre Facebook e Google crescerá no Japão

57
Novo órgão de fiscalização será criado pelo governo do Japão. Créditos: Prykhodov | iStock O governo do Japão criará um novo órgão de fiscalização, que examinará práticas competitivas e proteção de dados pessoais, e fará recomendações antitruste a grandes empresas de tecnologia, como o Facebook e o Google. O órgão também será responsável por elaborar novas diretrizes de avaliação de fusões e aquisições que possam levar a um monopólio sobre dados de mensagens ou pessoais. Ainda não se sabe quando o órgão se tornará totalmente operacional. A decisão japonesa é uma tendência global em direção a regulamentações antitruste rígidas no tocante às grandes empresas de tecnologia. Para os críticos, tais empresas não são bem supervisionadas, apesar de terem sido autorizadas a dominar as buscas, as mídias sociais e o comércio eletrônico. Os especialistas apresentaram aos ministros japoneses o aumento da influência de gigantes como Facebook, Google, Amazon, Alibaba e Baidu com o crescimento da economia digital, especialmente no que diz respeito a lojas de varejo, sistemas de pagamento, carros autônomos, drones e dispositivos interconectados. Apesar dos méritos (facilidade em alcançar novos clientes e gerar lucros a custos mais baixos), algumas grandes empresas de tecnologia abusam de sua influência “com resultados

Este conteúdo é restrito para usuários cadastrados do site e é GRÁTIS. Cadastre-se GRATUITAMENTE e tenha acesso já ao conteúdo. Se já for cadastrado, faça o login. Para novos usuários basta preencher o cadastro.

Login de usuários cadastrados
   
Cadastro de Novo Usuário
*Required field