Aplicativo deve indenizar motorista que tiver carro roubado

269
Ao não exigir seguro de seus colaboradores, empresa responde por igual omissão do parceiro Empresas de viagens de carro por aplicativo devem indenizar motoristas que tiverem o veículo roubado em serviço. Foi o que decidiu neste mês a 5ª Vara Cível de São Paulo ao julgar o caso de um condutor que, além de ter o veículo levado por assaltantes, só encontrou seu carro já em situação de perda total, após os criminosos se envolverem em um acidente. Créditos: Vera Petrunina / Shutterstock.com A empresa foi condenada a indenizá-lo em R$ 36,2 mil pelos danos materiais, além do pagamento das custas processuais. No entendimento do juiz Gustavo Coube de Carvalho, o caso não se enquadra nas exceções dos artigos 423 e 424 do Código Civil, que limitaria a responsabilidade em favor da ré segundo seus termos de adesão para motoristas. Segundo o magistrado, ao não exigir seguro veicular de seus colaboradores, a empresa deve ser enquadrada em igual omissão do parceiro. Saiba mais: Motoristas de aplicativo terão de contribuir com o INSSMotorista de aplicativo deve ser indenizado por demora no conserto do carroAplicativo não é obrigado a cadastrar novos motoristasConduta de motorista gera responsabilidade de aplicativo de passageirosJuiz reconhece vínculo

Este conteúdo é restrito para usuários cadastrados do site e é GRÁTIS. Cadastre-se GRATUITAMENTE e tenha acesso já ao conteúdo. Se já for cadastrado, faça o login. Para novos usuários basta preencher o cadastro.

Login de usuários cadastrados