Justiça Eleitoral combate irregularidades eleitorais no Amapá

14
crime eleitoral
Créditos: Izzetugutmen | iStock

A Justiça Eleitoral do Amapá realizou no ultimo domingo (11), a 1º Blitz da democracia para combater irregularidades eleitorais. A ação coordenada pela equipe de fiscalização da propaganda eleitoral do Tribunal Regional do Amapá (TRE/AP) tem como objetivo verificar possíveis irregularidades na propaganda eleitoral como obstrução da via pública, som acima do limite permitido e propaganda irregular em bem particular como automóvel, por exemplo.

Segundo o Juiz auxiliar da propaganda Eleitoral do TRE/AP, Marconi Pimenta, as ações deve seguir durante primeiro turno. “Nosso objetivo é educar, prevenir irregularidades eleitorais, principalmente em relação a propaganda eleitoral, e dizer também para os eleitores, candidatos, partidos e coligações que a força das polícias garantirá a legitimidade da Justiça Eleitoral, e que a igualdade entre os candidatos seja mantida”, reforçou.

A Blitz da contou com apoio da Polícia Militar (PM), Polícia Civil (PC), Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Companhia de Transportes e Trânsito de Macapá (CTMAC), Corpo de Bombeiros Militar, Grupo Tático Aéreo (GTA), Batalhão de Operações Especiais (BOPE), Batalhão Ambiental e do 6º, 9º, 10ª Batalhão.

DEIXE UMA RESPOSTA