CNH digital informa se a situação da habilitação está suspensa, cassada ou vencida

Data:

cnh digital
Créditos: Ivanko_Brnjakovic | iStock

Uma informação que muitos motoristas ainda não sabem é que a Carteira Nacional de Habilitação digital (CNH digital) pode informar se a carta está em situação de suspensão, cassada ou vencida. Com isso, os agentes de trânsito podem rapidamente identificar quem não está regularizado no sistema.

Para conferir a regularidade da CNH, o agente de trânsito lê o QR Code contido na versão digital e identifica a situação do documento mesmo sem acessar a internet. O QR Code já está nas habilitações confeccionadas desde maio deste ano, para facilitar a identificação pelas autoridades competentes e dificultando a falsificação ou adulteração do documento.

Segundo o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), responsável pelo desenvolvimento e implantação da CNH digital, qualquer telefone celular que esteja conectado à internet atualiza e mostra a situação atual do condutor.

A habilitação virtual também avisa ao condutor quando é preciso fazer a renovação da carta, o que serve como um verdadeiro lembrete para o motorista. Essa informação é exibida quando faltam menos de 30 dias para o vencimento.

O Serpro afirma que 251.755 unidades da CNH-e foram emitidas em todo o território nacional desde o ano passado. Atualmente, o Estado de São Paulo lidera em volume, com 50.840 CNHs digitais, ou 20,19% do total. (Com informações do Uol.)

Juristas
Juristashttp://juristas.com.br
O Portal Juristas nasceu com o objetivo de integrar uma comunidade jurídica onde os internautas possam compartilhar suas informações, ideias e delegar cada vez mais seu aprendizado em nosso Portal.

Deixe um comentário

Compartilhe

Inscreva-se

Últimas

Recentes
Veja Mais

Modelo de recurso contra multa por não obedecer à sinalização de trânsito

Modelo para recurso contra multa por não obedecer à...

TJSP invalida venda de empresa por inclusão de crédito do qual não é titular

A 1ª Câmara Reservada de Direito Empresarial do Tribunal de Justiça de São Paulo, em julgamento estendido, declarou a invalidade da venda de uma empresa que incluía no preço final valores de precatórios dos quais não era titular, caracterizando uma operação de crédito a non domino.

Mantida multa de empresa que vendia produtos fora do prazo de validade

A 13ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) confirmou a decisão da Vara de Viradouro, proferida pela juíza Débora Cristina Fernandes Ananias Alves Ferreira, que negou o pedido de anulação de uma multa aplicada pelo Procon a um estabelecimento comercial. O local foi multado em R$ 20,6 mil por vender produtos fora do prazo de validade.

Plano de saúde custeará exame genético para tratamento de síndrome

A 9ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) manteve a decisão da 10ª Vara Cível de Campinas, proferida pelo juiz André Pereira de Souza, que determinou que uma operadora de plano de saúde deve autorizar e custear a avaliação genética com pesquisa etiológica para um beneficiário portador da Síndrome de West.