TST confirma decisão que libera o shopping de controlar jornada de empregados das lojas

Data:

Shopping Center
Créditos: mrsiraphol / Depositphotos

A Subseção II Especializada em Dissídios Individuais (SDI-2) do Tribunal Superior do Trabalho (TST) confirmou uma decisão que libera o Condomínio Complexo Shopping Curitiba de incluir nos contratos cláusulas que preveem o controle da jornada dos empregados das lojas pela administradora do shopping. Essas obrigações foram inicialmente impostas por sentença em uma ação civil pública, que posteriormente foi anulada por meio de uma ação rescisória.

A ação civil pública foi instaurada em 2007 pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) devido a denúncias de jornada excessiva de trabalho. A 1ª Vara do Trabalho de Curitiba (PR) reconheceu a responsabilidade do condomínio pelo controle da duração do trabalho dos empregados das lojas, uma decisão que foi mantida pelo Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região (PR).

No entanto, após o esgotamento das possibilidades de recurso, o condomínio moveu uma ação rescisória e o TRT anulou a decisão da ação civil pública. O MPT recorreu ao TST argumentando que a relação entre administradoras de shoppings e lojistas permite a ingerência direta sobre a organização do trabalho nos estabelecimentos.

A relatora do caso, ministra Morgana Richa, ressaltou que a decisão original não encontrou provas de desrespeito às jornadas de trabalho nas lojas do shopping. Além disso, as obrigações impostas à administradora não têm base legal. Para ela, a exigência de controle de jornada violou garantias constitucionais da livre iniciativa e da livre concorrência, impondo obrigações comerciais à administradora sem respaldo legal.

Essa decisão reforça a complexidade das relações entre administradoras de shoppings e lojistas e destaca a importância de respeitar os limites legais e constitucionais nessas interações comerciais.

Com informações do Tribunal Superior do Trabalho (TST) .


Você sabia que o Portal Juristas está no FacebookTwitterInstagramTelegramWhatsAppGoogle News e Linkedin? Siga-nos!

Ricardo Krusty
Ricardo Krusty
Comunicador social com formação em jornalismo e radialismo, pós-graduado em cinema pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Deixe um comentário

Compartilhe

Inscreva-se

Últimas

Recentes
Veja Mais

Como Obter o Visto Gold em Portugal: Guia Completo para Investidores Estrangeiros

Visto Gold (Golden Visa) em Portugal O visto Gold (Golden...

Guia Completo para Obter um Visto de Trabalho em Portugal: Passo a Passo para Profissionais Internacionais

Mudar-se para Portugal é um sonho para muitos devido ao seu clima ameno, qualidade de vida elevada e rica cultura histórica. Para profissionais de fora da União Europeia, uma das vias principais para realizar esse sonho é através da obtenção de um visto de trabalho. Este guia abrangente fornece um passo a passo detalhado sobre como aplicar para um visto de trabalho em Portugal, incluindo dicas essenciais e requisitos legais.

Como funciona a obtenção de múltiplas cidadanias?

A obtenção de múltiplas cidadanias pode ocorrer de várias maneiras, dependendo das leis e regulamentos de cada país envolvido. Aqui está uma visão geral dos principais métodos pelos quais uma pessoa pode adquirir mais de uma cidadania:

Uma pessoa pode ter diversos passaportes e nacionalidades?

Sim, uma pessoa pode possuir diversos passaportes e nacionalidades, em um arranjo conhecido como dupla ou múltipla cidadania. Isso significa que ela é reconhecida como cidadã por mais de um país e pode usufruir dos direitos e benefícios associados a cada uma das suas nacionalidades.