Lojas KD entra com pedido de Recuperação Judicial para quitar dívidas

2401

Crise da Lojas KD é o principal assunto entre moveleiros que reclamam da postura da varejista e afirmam que devem tirar produtos do catálogo da loja.

lojas kd e-commerce
Crédito: Wenping Zheng | Istock

A Lojas KD protocolou na última terça-feira, 8 de maio, seu pedido de Recuperação Judicial, a formalização da medida, no entanto, não acalmou o ânimo dos fornecedores que esperam pagamento, e que se encontram bastante insatisfeitos com a forma que a varejista tem abordado a situação.

A decisão segundo muitos é a de não mais fazer negócios com a Lojas KD, em grande parte pela “falta de respeito” na hora de prestar esclarecimentos para moveleiros e consumidores.

Crise

A Lojas KD é pioneira no comércio eletrônico de móveis pela internet. Desde 2012 a empresa vende exclusivamente pelo canal. O e-commerce de móveis que tem o centro administrativo localizado em Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, já figurou entre as 100 empresas virtuais mais queridas pelo público por vários anos e chegou a concorrer a prêmios de Excelência em Qualidade no Comércio Eletrônico, promovidos pelo Ebit.

E-commerce
Créditos: rawf8 / Envato Elements

Os problemas com as operações da empresa tomaram grandes proporções no ano passado, quando mais de mil consumidores procuraram a imprensa reclamando problemas de entrega. À época a empresa afirmou que a empresa teve problemas com alguns fornecedores, por isso cerca de mil clientes de todo o país foram afetados. “Lamentamos o ocorrido e estamos à disposição para estender o prazo combinado ou cancelar a compra”, afirmou na época o diretor da empresa Thiago Fiorin.

Nota oficial da Lojas KD:

“No início de maio, LKD Comércio Eletrônico S.A. (LojasKD), protocolou na Vara Cível de Pinhais, no Paraná, seu pedido de Recuperação Judicial. A medida garantirá à empresa o fôlego financeiro e o tempo necessários para reorganizar sua operação e garantir o cumprimento de todas as suas obrigações com clientes e fornecedores.

compra online
Créditos: Pinkypills / iStock

Nos últimos 12 meses, a LojasKD realizou cerca de 200.000 vendas – desse total, cerca de 8% não puderam ser atendidas.

Os consumidores que pagaram e não receberam seus produtos tiveram seus pedidos cancelados – integral ou parcialmente – e foram informados pelo site sobre como proceder para ter o dinheiro restituído. O procedimento adotado na Recuperação Judicial garante que esses consumidores terão os valores pagos restituídos, de acordo com o plano a ser aprovado pela Justiça.

Todos os demais clientes, cujos pedidos estão em situação normal, também podem obter informações atualizadas sobre as compras realizadas em suas respectivas áreas restritas, no site www.lojasKD.com.br.” (Com informações do portal Móveis de Valor.)

DEIXE UMA RESPOSTA